Veja o que muda para quem quiser caminhar no calçadão da Barra

coronavírus
24.06.2020, 05:00:00
Atualizado: 24.06.2020, 06:37:05
Corridas e caminhadas terão de seguir regras de segurança (Marina Silva/CORREIO)

Veja o que muda para quem quiser caminhar no calçadão da Barra

Primeiro dia de liberação foi de baixo movimento no bairro

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois de uma semana de isolamento total entre o Porto da Barra e o Ondina Apart Hotel, os corredores e ciclistas desse trecho poderão voltar aos exercícios. A prefeitura de Salvador, que fechou o trecho para ‘educar’ os frequentadores sobre os riscos da aglomeração no bairro durante a pandemia, vai dar um voto de confiança à população e reabrir a orla. No entanto, nada será como antes. Os pedestres terão de seguir à risca um protocolo de uso do espaço público a partir da sexta-feira, 27, para continuar aproveitando a brisa e a beleza locais.

O acesso ao calçadão foi liberado nesta segunda-feira, 23, pelo prefeito ACM Neto, mas continua proibido nas areias da praia. Por volta das 14h, quando o CORREIO esteve na Barra, as barreiras físicas ainda estavam instaladas. Ainda assim, algumas pessoas conseguiram caminhar na região, apesar do movimento de pedestres e de veículos ter sido baixo.

A prefeitura informou que a partir de sexta-feira o trecho entre o Farol e o Barracenter será liberado apenas para a prática de atividade física, das 5h às 22h. O acesso nessa área será permitido somente com o uso de máscaras, que também serão distribuídas na região, e haverá fluxo orientado dos corredores e ciclistas.

"Será reaberto com regras, com disciplina, para garantir a higienização, o uso de máscaras, ordenar o calçadão para que todos possam usar com mais segurança", disse o prefeito ACM Neto, ao anunciar a reabertura da Barra

O CORREIO teve acesso ao protocolo que será adotado pela Guarda Municipal. Uma das alterações será a retirada dos bancos e mobiliário que ficam nesse trecho para facilitar o trânsito dos pedestres. O acesso ao Farol da Barra, o comércio ambulante e o estacionamento de veículos estarão proibidos.

No trecho, também serão instaladas oito estações de higienização das mãos. As estruturas têm formato de cilindro e os usuários vão acioná-las por um pedal. O protocolo estabelece também sinalização durante o percurso, desvio de ciclovia, e o uso de bicicletas pelos guardas municipais para fazer o patrulhamento. São quatro postos de controle, além de totens orientadores.

A Guarda Municipal fará uma pesquisa para avaliar a satisfação do público na página no Instagram (@gcmsalvador). Mas, a empregada doméstica Elisângela Nascimento, 41 anos, já adiantou o que pensa dessas medidas. Ela acredita que as pessoas aprenderam a lição com a interdição total da área na última semana, mas pediu que fosse feita a devida fiscalização. Depois de sair do trabalho, ontem, ela aproveitou para admirar o mar por alguns minutos.

“São tantos os problemas que parar um pouco e respirar ajuda a aliviar o estresse. É bom reabrir (a orla) porque as pessoas estão enlouquecendo, ficando o tempo todo em casa, mas tem que usar máscara e seguir tudo direitinho, até mesmo porque, ninguém quer sair do calçadão e ir parar num leito de UTI”, disse Elisângela, uma das únicas a colocar os pés na orla da Barra ontem.

Com os tapumes instalados pela prefeitura nas escadas que dão acesso à praia, as areias ficaram desertas e com um tom de branco que não lembrava nem de longe o amarelado da mistura de restos de alimentos e de outras sujeiras nos dias mais movimentados.

No gramado do Farol, um casal tentava encontrar o melhor enquadramento do monumento na self, com a mulher lutando contra o vento para manter os cabelos em ordem. No mar, um mergulhador era o único avistado naquela imensidão. E, o mais impressionante de tudo, o silêncio. Sem os vendedores ambulantes e o vai e vem de carros e turistas, o único som perceptível era o das ondas quebrando na praia.

Confira as novas regras de uso do Farol ao Barracenter:

1. Fluxo orientado dos corredores e ciclistas

2. Farol da Barra bloqueado

3. Acesso permitido apenas utilizando máscaras (sinalização)

4. Quatro postos de controle da GCM.

5. Proibido comércio de ambulantes.

6. Estacionamento proibido na Orla.

7. Retirada dos bancos e mobiliários da Orla.

8. Oito estações de higienização das mãos dos usuários da Orla.

9. Patrulhamento de bikes GCM

10. Tótens orientadores de guardas civis municipais.

11. Funcionamento das 5 às 22 hs.

12. Liberação da Orla apenas para prática de atividade física.

13. Pesquisa de satisfação pelo instagram @gcmsalvador

14. Distribuição de máscaras

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas