Vídeo mostra carro embaixo da água após rio transbordar em Imbassaí; assista

bahia
13.05.2020, 13:31:12
Atualizado: 13.05.2020, 18:44:02

Vídeo mostra carro embaixo da água após rio transbordar em Imbassaí; assista

Distrito de Mata de São João foi atingido por fortes chuvas no fim de semana passado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um rio transbordou no distrito de Imbassaí, em Mata de São João, e um restaurante que fica na margem foi alagado. Um vídeo mostra que um carro chegou a ficar embaixo da água como resultado da enchente.

O CORREIO entrou em contato com um atendente de uma pousada que fica próxima ao local, identificado como "Restaurante do Braz", que confirmou a veracidade do vídeo. Os donos do restaurante não foram encontrados para comentar o assunto.

Segundo o atendente, a enchente ocorreu neste fim de semana, entre domingo (10) e segunda-feira (11). Nesta quarta-feira (13) as águas já baixaram e estão dentro da normalidade. Ninguém se feriu e os únicos prejuízos foram materiais. 

Moradora de Imbassaí, Regina Lindemer disse que ficou surpresa ao saber do transbordamento do rio. "Tinha muitos anos que eu não via isso assim, desse jeito. Tem pelo menos uns 15 anos que não acontece nada nesse nível. É uma região que tem muitos barzinhos, mas estão fechados por conta da pandemia. Acredito que o estrago foi grande, porque a água chegou a invadir carros e ficar na altura do volante", conta.

Um amigo de Regina, que mora perto do rio, precisou deixar o imóvel onde mora e se abrigar na pousada do filho. "De um dia pro outro, a pagua subiu mais de meio metro, ele precisou erguer as coisas dentro de casa", completou.

A prefeitura de Mata de São João divulgou nesta quarta-feira ações de apoio aos moradores atingidos pela chuva. Segundo a administração municipal, foram 28 famílias afetadas pela enchente e que já foram cadastradas para receber o suporte. “A Prefeitura, através da Secretaria de Ação Social, vai conceder a cada família que teve suas casas alagadas e perderam móveis ou eletrodomésticos, valores correspondentes de um a três salários mínimos, que serão pagos até o início da semana que vem. Além deste valor, muitas destas famílias fazem parte dos cadastros das secretarias de Ação Social e de Educação, e já recebem cestas básicas”, disse em nota, 

O prefeito Marcelo Oliveira visitou algumas das famílias que tiveram suas casas tomadas pela água. Uma das regiões alagadas foi um Condomínio do Programa Minha Casa Minha Vida, Vila Sauípe onde treze casas foram atingidas. Além das casas e do inundações de rios, a cidade ainda enfrenta estragos nas vias públicas.
 


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas