Vigilante é preso por furtar combustível de aeronave em Itapetinga

bahia
16.04.2021, 14:00:00
(Divulgação)

Vigilante é preso por furtar combustível de aeronave em Itapetinga

Bimotor de deputado sofreu pane seca em viagem para Salvador, mas conseguiu pousar

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um vigilante do aeroporto de Itapetinga e um comparsa foram presos sob suspeita de furtar combustível de uma aeronave no local, na quinta-feira (15). O funcionário confesou o crime. Eles foram conduzidos para a 21ª Coordenadoria Regional de Polícia de Interior (Coorpin/Itapetinga).

O furto foi descoberto depois que houve uma pane seca do motor direto no avião bimotor de um deputado federal. O piloto passou a noite no Aeroporto de Itapetinga e saiu para voltar para Salvador com o modelo Beechcraft Baron. No meio do voo, faltou combustível. Mesmo assim, a aeronave conseguiu pousar na capital baiana, onde foi percebido que cerca de 200 litros do combusítvel estavam faltando.

“A subtração do combustível por pouco não causou a queda da aeronave. O vigilante contou em depoimento que o comparsa subtraiu o combustível porque precisava de dinheiro. O vigilante ainda mostrou aos policiais como era retirado o combustível, através de um dreno que fica sob as asas das aeronaves”, explica o coordenador da 21ª Coorpin, delegado Antônio Roberto Gomes Silva Júnior.  

O vigilante disse em depoimento que o combustível foi colocado em um barril e levado em um veículo. O carro foi encontrado e apreendido."No porta-malas, foi encontrado um vasilhame com um resto do combustível. Havia um forte odor no carro. O material foi levado para a perícia. O outro homem se apresentou na delegacia, mas negou o envolvimento”, diz o delegado.

Outros pilotos fizeram contato com a 21ª Coorpin e afirmaram que o furto de combustível pode ter ocorrido com diversas aeronaves que pernoitaram no Aeroporto de Itapetinga. Um inquérito policial foi instaurado para apurar os fatos.  

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas