Vitória dá arrancada em número de sócios

bate-pronto
06.05.2019, 05:00:00
Atualizado: 06.05.2019, 12:34:54

Vitória dá arrancada em número de sócios

Por Editoria de Esporte

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A torcida do Vitória está comprando a ideia de se associar para fortalecer o clube. O número de sócios-torcedores pulou dos cerca de 7,2 mil do fim da gestão de Ricardo David para cerca de 10,1 mil após a eleição de Paulo Carneiro. A procura foi grande e chegou a provocar filas em pontos de associação. As mensalidades variam de R$ 25 a R$ 100. O aumento no preço do ingresso para os jogos no Barradão pode ter ajudado, já que ficou ainda mais vantajoso se tornar sócio do que pagar o valor da bilheteria.

Sócio vai pagar estacionamento
A nova gestão do Vitória vem realizando reformulações internas. E se ganhou novos sócios, os antigos acabaram perdendo um dos benefícios. Uma das novas medidas da gestão de Paulo Carneiro foi definir que o sócio Sou Mais Vitória (SMV) da categoria Ouro vai passar a pagar estacionamento no Barradão, que era gratuito para esses associados do plano mais caro. O valor cobrado para estacionar no estádio é de R$ 10.

Bronca na Comunicação
Outra reformulação de Carneiro foi nos setores de Marketing e Comunicação. Parte dos profissionais foi desligada na semana passada. Os torcedores perceberam a mudança de uma forma ruim: com erros nas postagens nas redes sociais do clube. Alguns deles reclamaram de terem os comentários apagados. Outra diferença foi vista na partida contra o Vila Nova. Não houve lance-a-lance nas redes sociais.

Guilherme 'paga' Moisés
Depois de um longo período afastado do elenco principal, o meia Guilherme deixou o Bahia durante a semana passada e foi para o Fluminense. O empréstimo do jogador - gratuito e com salários pagos pelo Corinthians -  contava como o resto do pagamento pela contratação do lateral-esquerdo Juninho Capixaba, no início de 2018. 

Com a saída do jogador, segundo o presidente Guilherme Bellintani, a diretoria do Bahia remanejou o valor devido pelo Corinthians para quitar a dívida tricolor com os paulistas pela compra dos direitos econômicos do lateral-esquerdo Moisés. No início do ano, o Bahia adquiriu 30% dos direitos do lateral por cerca de R$ 2 milhões.

Festa de aniversário polêmica
Diversos torcedores do Vitória reclamaram nas redes sociais sobre uma possível realização da festa de aniversário do Vitória, em 13 de maio, no Yacth Club da Bahia. Segundo os rubro-negros, o valor de R$ 140, que seria cobrado pelo ingresso, é irreal para a maioria. O CORREIO apurou que a festa não está marcada no clube, mas houve consulta sobre a realização.

Brasileirão feminino transmitido
O Campeonato Brasileiro feminino de futebol ganhou duas plataformas de transmissão durante a última semana. A TV Band e o site MyCujoo passarão a transmitir jogos tanto da série A1 como da A2 deste ano. Os contratos com a CBF ainda preveem a transmissão da Série D (só no My Cujoo) e do Brasileiro de Aspirantes, além de competições de base.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas