Vitória empata com Doce Mel em 2x2 e é eliminado do Campeonato Baiano

e.c. vitória
26.07.2020, 17:58:00
Atualizado: 26.07.2020, 19:10:21
Vitória empatou com Doce Mel e deu adeus ao Baianão (Foto: Tiago Caldas/CORREIO)

Vitória empata com Doce Mel em 2x2 e é eliminado do Campeonato Baiano

Pelo segundo ano seguido, Leão não consegue alcançar semifinal do torneio estadual

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O torcedor do Vitória sonhava com duas classificações neste fim de semana, para as semifinais da Copa do Nordeste e Campeonato Baiano. Mas o sonho se transformou em pesadelo: ao invés de conseguir suas vagas nos dois torneios, o Leão acabou sendo eliminado de ambos em 24 horas.

Após perder do Ceará por 1x0 e cair fora da competição regional, no sábado (25), o rubro-negro empatou em 2x2 com o Doce Mel, no Joia da Princesa, em Feira de Santana, neste domingo (26), ficou na quinta colocação e não avançou no Baianão. Foi o segundo ano seguido que o Vitória não se posiciona entre os quatro melhores do estado.

Todos os quatro gols deste domingo foram marcados no primeiro tempo. O Azulão abriu o placar com Maurício, aos 27 minutos, e o Leão respondeu cinco minutos depois com Alisson Farias. Aos 46, Igor voltou a deixar o Doce Mel na frente e, no minuto seguinte, o camisa 10 rubro-negro empatou novamente.

Chuva de bola na rede
Precisando ganhar para se manter vivo no Baianão, o Leão passou o primeiro tempo fazendo pressão. Com a maior posse de bola, tinha com Mateusinho suas melhores chegadas - e exigia defesas de Nilton.

Logo aos 3 minutos, teve o primeiro chute ao gol, com o próprio camisa 11, mas o goleiro rival defendeu. Aos 13, o atacante recebeu de Matheus Tenório e cruzou para o meio da área. Alisson Farias chutou e, de novo, o arqueiro apareceu. O Azulão deu o troco na sequência, quando Maurício aproveitou falha rubro-negra, surgiu sozinho e invadiu a área, só que mandou a bola para fora.

Apesar de ser o Vitória quem estava mais intenso na partida, criando mais, foi o Azulão que abriu o placar. E graças a uma atrapalhada do rubro-negro. Jean aproveitou, invadiu a área e tocou, na saída de César, para Maurício. O atacante mandou para o fundo da rede e fez o 1x0, aos 27 minutos.

A reação rubro-negra veio cinco minutos depois. Alisson Farias ganhou a bola na entrada da área e bateu no cantinho do gol de Nilton, empatando aos 32. A virada quase veio aos 34, quando Rafael Carioca chutou de primeira, porém o arqueiro do Doce Mel salvou.

Aos 44, foi a vez de César fazer uma linda defesa. Maurício surgiu pela esquerda e enviou a bola para Bravo, que ajeitou e chutou forte. Dois minutos depois, porém, o camisa 11 recebeu livre na esquerda, emendou e o goleiro do Leão defendeu. A redonda foi parar com Igor, que mandou para o fundo da rede. No entanto, não deu nem tempo para o torcedor do Doce Mel comemorar: no minuto seguinte, Alisson Farias arriscou de perna esquerda, a bola desviou na marcação e entrou: 2x2.

Segundo tempo
Assim como na primeira etapa, o Vitória voltou do intervalo com vontade de marcar. Aos 4 minutos, Mateusinho avançou e chutou forte, mas foi para fora. Outro momento de perigo aconteceu aos 8, quando Eron pegou sobra, cortou o marcador e chutou - só que foi em cima da zaga do Azulão.

Aos 19 minutos, foi a vez do Doce Mel quase voltar a ficar na frente do placar com Bravo, mas César pulou e defendeu. O Leão deu troco em dois momentos seguidos, com chutes de Jonathan Bocão e Mateusinho, sem sucesso.

O rubro-negro seguia com maior posse de bola na partida e teve outro bom momento aos 42 minutos, quando Ruan Levine recebeu na área e desviou de cabeça para fora. Sem conseguir converter as oportunidades em gols, o empate persistiu até o fim - e a eliminação do Baianão foi assinalada.

FICHA TÉCNICA

Doce Mel 2x2 Vitória - 9ª rodada do Campeonato Baiano

Doce Mel: Nilton; Igor, Helbert, Carlão e Henrique Santos; Mychell (Fabiano), Joadson Bola, Jean (Robinho) e Aleff (Adnael); Bravo (Cal) e Maurício (Binho). Técnico: Índio Ferreira.

Vitória: César; Léo Morais (Jonathan Bocão), Jean, Gabriel Furtado (Maykon Douglas) e Rafael Carioca; Guilherme Rend (Romisson), Fernando Neto (Figueiredo) e Tenório (Ruan Levine); Alisson Farias, Mateusinho e Eron. Técnico: Bruno Pivetti.

Gols: Maurício, aos 27, Alisson Farias, aos 32, Igor, aos 46, e Alisson Farias, aos 47 minutos do primeiro tempo.

Local: Estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana
Cartões amarelos: Joadson, do Doce Mel; Eron e Gabriel Furtado, do Vitória;
Arbitragem: Edvalter Marinho dos Santos, auxiliado por Marcos Welb Rocha de Amorim e Daniella Coutinho Pinto.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas