Vitória enfrenta o Bragantino hoje, pela Copa do Brasil

e.c. vitória
28.02.2018, 07:56:00
Atualizado: 28.02.2018, 14:14:46
(Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)

Vitória enfrenta o Bragantino hoje, pela Copa do Brasil

Após julgamento pelo Ba-Vi, Leão volta a focar na bola rolando

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Tensão, julgamento, penas, tribunal. Em meio à polêmica do Ba-Vi, nesta quarta-feira (28) o assunto também é Copa do Brasil para o Vitória. Às 19h30, o Leão encara o Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, interior de São Paulo, no jogo de ida da terceira fase da competição.

Vale lembrar que as punições aplicadas pelo Tribunal de Justiça Desportiva em função do clássico são cumpridas apenas no estadual. Ou seja, não interferem na escalação do time no torneio nacional.

Diferente das duas primeiras fases, que foram disputadas em jogo único, esta etapa tem jogos de ida e volta. E não faz diferença se os gols são marcados dentro ou fora de casa, já que gol qualificado não dá mais vantagem na Copa do Brasil. Se ao fim dos confrontos o saldo dos times for igual, haverá disputa de pênaltis. A partida de volta será dia 15, no Barradão. 

“Vamos ter que ter cuidado. São dois jogos a partir de agora, 90 minutos iniciais e, depois, 90 minutos em Salvador. É importante que a equipe, madura, demonstre isso fora do estado”, analisa o técnico Vagner Mancini.

O atacante Neilton também alerta para a necessidade de o rubro-negro ter um ataque eficiente. “A nossa equipe tem que jogar bem os dois jogos e sair com o resultado. É o mais importante de tudo, independente de segurar a partida ou não. A gente tem que buscar o gol e sair vitorioso”, comenta.

Além de seguir vivo na competição e brigar por um troféu inédito, avançar de fase na Copa do Brasil rende uma boa quantia. O clube já garantiu R$ 3,23 milhões – foram R$ 880 mil por disputar a primeira fase, R$ 950 mil pela segunda e R$ 1,4 milhão por avançar à terceira. Caso desbanque o Bragantino, recebe mais R$ 1,8 milhão.

Curiosidades
Essa não é a primeira vez que Vitória e Bragantino se enfrentam pela Copa do Brasil. No ano passado, os times se cruzaram na segunda fase e o Vitória levou a melhor, ao vencer o time paulista por 3x2, no Barradão, com gols de André Lima, Cleiton Xavier e do zagueiro Fred, único desses que já deixou o elenco.

Se na Copa do Brasil as duas equipes somam apenas um confronto, o número é maior no Campeonato Brasileiro. Pela Série A, foram oito, com três triunfos do Vitória, um empate e três derrotas. Ocorreram outros seis jogos pela Série B: o Leão venceu apenas duas partidas, ambas por 4x1, perdeu três e empatou uma.

Outra curiosidade é que o técnico Vagner Mancini, hoje técnico do Vitória, já foi jogador do Bragantino, em 1992. E, para não fugir do assunto Copa do Brasil, mais uma curiosidade: Mancini já tem, na sua carreira como técnico, um troféu da competição. O título foi conquistado em 2005, quando ele treinava o Paulista de Jundiaí. A equipe desbancou o Fluminense na decisão.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas