Vitória fica atrás duas vezes e busca empate com CRB no Barradão

e.c. vitória
12.11.2019, 21:09:00
Atualizado: 12.11.2019, 22:35:34
Ramon divide bola com Léo Ceará no jogo contra o CRB (Foto: Tiago Caldas/CORREIO)

Vitória fica atrás duas vezes e busca empate com CRB no Barradão

Felipe Gedoz e Thiago Carleto, de pênalti, marcaram para o Leão; Léo Ceará e Victor Ramos foram decisivos

A torcida do Vitória tinha muitas questões na cabeça antes da bola rolar para o jogo contra o CRB, nesta terça-feira (12). Vai escapar do rebaixamento? Como o time vai reagir aos salários atrasados? A tensão era inevitável e se ampliou com o gol precoce do CRB, marcado por Élton Arábia logo aos 10 minutos do primeiro tempo. Como polêmica pouca tem sido raridade no Vitória, a direção do CRB decidiu bancar a escalação do atacante Léo Ceará, que pertence ao rubro-negro. Pelo contrato, ele só poderia atuar contra seu clube de origem mediante pagamento de multa de R$ 100 mil.

O investimento de última hora por parte dos alagoanos doeu no Vitória. Léo Ceará participou dos dois gols do time alagoano. Mas uma outra cria da base rubro-negra, hoje no CRB, também garantiu um pontinho para o Leão: Victor Ramos meteu o braço na bola dentro da área e comentou o pênalti que originou o gol que decretou o placar final em 2x2 no Barradão.

Mesmo com o empate, o Leão ficou em situação ainda mais cômoda na corrida contra o Z4. O rubro-negro foi a 42 pontos e abriu sete de vantagem para o primeiro da zona, que agora é o Londrina, em 17º lugar, com 35. O time paranaense perdeu do Criciúma por 2x0 também nesta terça e foi ultrapassado pelo Figueirense, que ganhou da Ponte Preta por 3x1 em Campinas (SP).

Restam três rodadas para o fim da Série B, e o Vitória jogará duas partidas seguidas fora de casa, contra América-MG e Operário, antes de encerrar a temporada contra o Coritiba, no Barradão. A próxima partida será sexta-feira (15), no feriado da Proclamação da República, às 17h, em Belo Horizonte.

O jogo
Na sua aparição inicial, Léo Ceará começou a jogada do primeiro gol da partida depois que Wesley, que tomou o lugar de Eron como titular do Vitória, perdeu a bola no meio-campo. O camisa 9 do CRB enfiou a bola na direita e recebeu mais à frente. O toquinho de lado foi suficiente para Elton Arábia receber e chutar de fora da área. A bola desviou em Ramon e morreu mansa no gol de Martín Rodríguez. Aos 12 minutos, o Vitória já perdia por 1x0.

Wesley tentou se redimir da falha aos 35 minutos. Ele acreditou no erro da zaga alagoana, que aconteceu, e bateu com a perna esquerda já de dentro da área. O goleiro Edson fez boa defesa. Após cobrança de escanteio, Rodrigo Andrade pegou a sobra e arriscou de longe para nova defesa do goleiro adversário. No rebote, Anselmo Ramon isolou.

Apesar de ter levado um gol muito cedo, o Vitória não jogava mal. Ao menos, não era pior que o CRB dentro de campo. Contudo, faltava repertório para jogar com a bola rolando. A dependência das bolas paradas de Carleto é nítida. Além disso, o time concluiu mal as jogadas - com bola parada ou rolando.

No final do primeiro tempo, a estatística apontava que o Vitória arrematou 12 vezes contra o gol do CRB, só que apenas quatro foram na direção da meta. Mais contido e aceitando o rubro-negro em seu campo, o CRB chutou apenas duas vezes e guardou uma quando conseguiu acertar o alvo.

Segundo tempo
Na volta do intervalo, era preciso ser mais preciso. Pensando nisso, Geninho fez logo duas modificações, promovendo a entrada de jogadores com facilidade de conclusão: Eron e Felipe Gedoz nas vagas de Rodrigo Andrade e Felipe Garcia. E a dupla substituição deu resultado. Aos 13 minutos, a defesa do CRB conseguiu cortar um cruzamento de Van, Anselmo Ramon batalhou dentro da área e descolou um toquinho para Felipe Gedoz, de frente pro gol, fazer o que mais sabe: finalizar. A pancada de fora da área foi seca e não deu qualquer chance para o goleiro. Era o empate do Leão em 1x1.

Só que a alegria durou pouco. E foi um velho conhecido o responsável por jogar água no chopp rubro-negro. Menos de cinco minutos depois de marcar o gol de empate, o Vitória ficou, novamente, atrás do placar. Aos 17, Léo Ceará tabelou com Alisson Farias e saiu de cara com Martín. Ele não perdoou e marcou seu 13º gol na Série B.

Para sorte do Vitória, uma outra cria de suas categorias de base estava em campo e ajudou o rubro-negro. Depois de Léo Ceará dar trabalho, Victor Ramos deu uma colher de chá. Em cobrança de falta de Gedoz, o zagueiro estava na barreira e esticou o braço em direção à bola ao pular para tentar desviar. O juiz marcou a penalidade máxima e o camisa 3, que já tinha cartão amarelo, levou o segundo e foi expulso. Na cobrança, Thiago Carleto encheu o pé e empatou novamente.

O roteiro de tragédia se transformou em esperança de virada. Só que o CRB quase conseguiu ficar na frente mais uma vez e não o fez pelo heroísmo de Van. Mesmo com um jogador a mais até então, o Vitória tomou um contra-ataque e Daniel Borges arrancou sozinho na direção de Martín. Quando chegou à meia-lua e já arrumava o chute, o lateral direito rubro-negro deu um carrinho por trás e também acabou expulso. O próprio Daniel Borges cobrou a falta e Martín espalmou. Após um segundo tempo empolgante, o empate em 2x2 foi um resultado justo.

Campeonato Brasileiro | Série B | 35ª rodada
Vitória x CRB

Data: 12 de novembro de 2019 | Estádio: Barradão;
Vitória: Martín Rodríguez, Van, Everton Sena, Ramon e Thiago Carleto; Rodrigo Andrade (Felipe Gedoz), Léo Gomes e Lucas Cândido; Felipe Garcia (Eron), Wesley e Anselmo Ramon (Jordy Caicedo). Técnico: Geninho;
CRB: Edson, Daniel Borges, Victor Ramos, Wellington e Igor; Claudinei, Lucas Siqueira, William Barbio, Elton Arábia (Lucas Abreu) e Alisson Farias (Ewerton Páscoa); Léo Ceará (Willians Santana). Técnico: Marcelo Cabo;
Gols: Elton Arábia, aos 12 minutos do primeiro tempo; Felipe Gedoz, aos 13 minutos do segundo tempo; Léo Ceará, aos 17, e Thiago Carleto, aos 28;
Cartão amarelo: Everton Sena, Thiago Carleto (Vitória); William Barbio, Igor, Claudinei e Daniel Borges (CRB);
Cartão vermelho: Van (Vitória) | Victor Ramos (CRB);
Público pagante 6.105 | Renda R$ 58.460,00;
Arbitragem: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB), auxiliado por Fábio Pereira (TO) E Oberto da Silva Santos (PB).

*Com supervisão do editor Herbem Gramacho


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-juice-wrld-morre-aos-21-anos-nos-estados-unidos/
Ele sofreu convulsão no aeroporto; artistas lamentam
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/fotografa-faz-ensaios-para-negros-a-preco-acessivel-no-reconcavo/
Ellen Katarine também é trancista, dreadmaker e estudante de História na UFRB
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/thiaguinho-chora-ao-cantar-musica-que-escreveu-para-fernanda-souza-veja/
Cantor começou a se emocionar durante a canção 'Deixa Tudo Como Está'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/dancarino-morre-e-outras-duas-pessoas-ficam-feridas-em-ataque-de-faccao/
Três homens e uma mulher em um carro atiraram contra moradores em São João do Cabrito
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/jovem-se-finge-de-gato-e-mia-embaixo-da-cama-para-nao-ser-achado-por-policiais/
Ele é suspeito de ter participado de um latrocínio em Fortaleza
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/do-cordel-a-escultura-leitores-fazem-homenagens-para-correio/