Vitória perde para o Ceará no Castelão e dá adeus à Copa do Nordeste

e.c. vitória
24.04.2021, 18:00:00
Atualizado: 25.04.2021, 19:49:26
Vinícius abriu o caminho para o triunfo do Ceará sobre o Vitória (Foto: Caio Rocha/Estadão Conteúdo)

Vitória perde para o Ceará no Castelão e dá adeus à Copa do Nordeste

Leão caiu por 2x0, e sonho de chegar à decisão ficou pelo meio do caminho

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um filme repetido e que os rubro-negros estão cansados de assistir. Pela quinta vez desde 2013, o Vitória não conseguiu passar pelo Ceará e deu adeus à Copa do Nordeste. Na tarde deste sábado (24), o rubro-negro até ensaiou pressionar o adversário, mas acabou derrotado por 2x0 e foi eliminado na semifinal.

O triunfo cearense foi construído ainda no primeiro tempo. O meia Vinícius e o zagueiro Messias marcaram os gols que colocaram o alvinegro na decisão do Nordestão pelo segundo ano consecutivo.

O Ceará espera agora o vencedor de Bahia e Fortaleza, que se enfrentam às 20h30, no mesmo Castelão, para saber quem será o adversário na final. Já o Vitória vai concentrar as forças na disputa do Campeonato Baiano.   

SÓ ENSAIOU
Sem Rodrigo Chagas, que cumpriu suspensão, coube ao auxiliar Flávio Tanajura comandar o Leão no Castelão. O rubro-negro começou a partida com postura ofensiva, pressionando o Ceará no campo de defesa. A primeira boa chance foi criada com apenas quatro minutos. Na bola enfiada por Soares, David saiu cara a cara com o goleiro. O atacante bateu cruzado, mas Richard conseguiu salvar o Ceará.

O Vitória seguia criando boas chances e dificultava a vida do alvinegro com uma forte marcação. Mas aí veio o vacilo. Aos 19 minutos, Raul Prata tentou cortar e mandou contra o próprio gol. A bola bateu no travessão e voltou para Vinícius, de cabeça, mandar para as redes. A arbitragem chegou a marcar impedimento do meia, mas o VAR entrou em ação e validou o lance já que o toque na bola tinha sido do jogador do Leão.

Com a vantagem o Ceará ficou mais confortável no jogo e o Vitória passou a ter um pouco mais de dificuldade para construir as jogadas no ataque. Para piorar, ainda no primeiro tempo o Vitória precisou fazer a primeira mudança. Cedric sentiu e deixou o gramado para a entrada de Eduardo.

Num jogo que ficou pegado no meio-campo, o primeiro tempo parecia que iria terminar com a vantagem mínima para os cearenses, mas aos 40 minutos Vinícius cobrou falta na área e Messias apareceu livre e testou forte para superar Ronaldo e marcar o segundo do Ceará na partida.

SEM REAÇÃO  
Em busca de uma reação, o Vitória voltou para o segundo tempo com Wesley Pionteck no lugar de Vico. Assim como na primeira etapa, o Leão partiu para o ataque. No cruzamento de Soares, a defesa do Ceará conseguiu chegar primeiro e afastou o perigo.

Soares voltou a incomodar em chute forte da entrada da área que Richard fez a defesa. Na sequência, Eduardo tentou bater colocado e tirou tinta do travessão.

Do outro lado, o Ceará aproveitou o triunfo parcial para diminuir o ritmo. O alvinegro apenas se defendia e administrava o resultado.  O duelo só voltou a ganhar emoção aos 32 minutos, no chute forte de Fernando Sobral que Ronaldo apenas acompanhou.

A resposta do Vitória veio na cobrança de falta direta de Eduardo. Richard saiu de soco e conseguiu salvar. 

Já nos minutos finais o VAR voltou a entrar em ação. Na dividida com Wesley, Gabriel Dias atingiu o rosto do jogador do Vitória. O árbitro foi para o monitor e deu cartão vermelho ao lateral do Ceará.  

Apesar da confusão, os gols do Vitória não saíram e o rubro-negro amargou a eliminação na Copa do Nordeste.  

FICHA TÉCNICA

Ceará 2x0 Vitória - Copa do Nordeste (semifinal)
Local: Castelão (Fortaleza-CE)
Gols: Vinícius, aos 19 minutos do 1º tempo, e Messias, aos 40
Cartão amarelo: Vico e João Pedro (Vitória)
Cartão vermelho: Gabriel Dias (Ceará)
Arbitragem: Zandick Gondim Alves Junior, auxiliado por Vinicius Melo de Lima e Francisco de Assis da Hora (trio do Rio Grande do Norte)

Ceará: Richard, Gabriel Dias, Messias, Luiz Otávio (Klaus) e Bruno Pacheco; Charles (Fernando Sobral), Pedro Naressi e Vina (Marlon); Lima, Felipe Vizeu (Jael) e Mendoza (Saulo). Técnico: Guto Ferreira.

Vitória: Ronaldo, Raul Prata, João Victor, Wallace e Pedrinho; João Pedro, Cedric (Eduardo) e Soares; Vico (Wesley Pionteck), Samuel (Ygor Catatau) e David (Caíque Souza). Técnico: Flávio Tanajura (Rodrigo Chagas suspenso). 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048