Vitória visita o Cuiabá e tenta se afastar do Z4 da Série B

e.c. vitória
11.10.2019, 05:00:00
Dedé e Van disputam a bola durante o treino no Barradão (Letícia Martins/ EC Vitória)

Vitória visita o Cuiabá e tenta se afastar do Z4 da Série B

Rubro-negro entra em campo às 21h30 e busca o segundo triunfo seguido

O Vitória entra nesta sexta-feira (11) em uma rodada decisiva para as suas aspirações na Série B. O rubro-negro visita o Cuiabá, a partir das 21h30, na Arena Pantanal, na tentativa de abrir vantagem para a zona de rebaixamento e assim ter uma “gordura” para a reta final do campeonato.

O máximo que o rubro-negro conseguiu abrir de vantagem para o Z4 foram dois pontos, ao final da 21ª rodada, quando bateu o Vila Nova fora de casa. Na ocasião, o Leão ficou com 24 pontos, e o Figueirense, 17º, tinha 22.

Por enquanto, o time baiano tem 29 pontos, mesma pontuação do 17º colocado, o Vila Nova, mas está à frente por ter um triunfo a mais. Acima dele está o Londrina, 15º colocado, só que o time paranaense aparece com dois pontos a mais.

Todas as equipes que aparecem abaixo do Vitória na classificação encaram nesta 28ª rodada adversários que brigam pela ponta da tabela. O Vila Nova, por exemplo, encara o clássico contra o Atlético-GO, vice-líder, no Serra Dourada, a partir das 19h15.

O Criciúma, 18º com 28 pontos, visita o Coritiba, 6º colocado e um ponto atrás do G4, no sábado. O São Bento, 19º, vai ao Recife encarar o Sport, 3º colocado, nesta sexta. E até o Figueirense, que está em último, cinco pontos atrás do Vitória, recebe o América-MG, 4º colocado.

O Cuiabá, pelo menos, está na mesma página da tabela que o rubro-negro. É o 11º colocado, com 36 pontos. Após um momento promissor no pós-Copa América, a equipe mato-grossense teve apenas uma vitória nas últimas oito rodadas. O Leão, mesmo em baixa, teve dois triunfos no mesmo recorte.

Antes, o retrospecto ruim era do Vitória, que tinha apenas um triunfo nas últimas dez partidas. Ter batido o Oeste fez toda a diferença para a equipe, segundo o treinador Geninho: “Senti um grupo pressionado, temeroso de jogar, com medo de fazer as coisas. Se você tem medo, não vai acertar nunca. O erro faz parte da nossa vida”.

“Eles (jogadores) têm qualidade para acertar. Acho que essa vitória (sobre o Oeste) vai trazer uma tranquilidade muito maior para a sequência. O time estava sendo cobrado e ganhamos com mérito. Não foi sofrendo, sendo inferior. Foi uma vitória que não pode ser contestada”, completou Geninho.

O rubro-negro, de fato, precisa de confiança. Depois do Cuiabá, vai emendar viagem para Criciúma, onde enfrentará a equipe da casa na terça-feira, às 19h15. O volante Romisson, que estreou diante do Oeste e deve seguir titular hoje, comentou a maratona: “Bem difícil, sem tempo de treinar. Tem que descansar bastante, jogar mais que a gente jogou e sair com o resultado positivo”.

Momento de se impor
A sequência fora de casa pode ser uma armadilha. Depois de viver uma boa fase como visitante, quando bateu o CRB por 1x0, empatou com o Coritiba em 1x1 e venceu o Vila Nova por 2x0, o Vitória perdeu as duas últimas por 2x0. Os adversários foram São Bento e Bragantino.

Agora que conquistou o seu primeiro resultado positivo em quatro partidas, o técnico Geninho promete não mudar o estilo de jogo: “Nunca vamos ser um time que jogará no erro do adversário, um time reativo. É uma filosofia de jogar sempre procurando vencer. Não vamos mudar muito a maneira de jogar de dentro para fora de casa”.

Quando se encontraram no primeiro turno, Vitória e Cuiabá vinham de uma pausa de quase um mês para a realização da Copa América. O time mato-grossense não teve uma grande atuação, mas bateu o rubro-negro no Barradão por 1x0.

Aquele foi o último resultado de uma sequência tenebrosa do Vitória no início da Série B. Até a 9ª rodada, após receber o Cuiabá, o Leão tinha somado apenas quatro pontos em nove jogos. O aproveitamento de 14,8% colocava o time na lanterna da competição.

Nas oito rodadas iniciais do returno, contra os mesmos adversários, porém com mandos de campo invertidos, o Vitória somou até aqui nove pontos. Ou seja: se vencer o Cuiabá chegará a 12, triplicando o aproveitamento no mesmo trecho.

Se a rodada terminar perfeita, com todos os quatro times abaixo dele perdendo os seus jogos, o Leão pode chegar a 32 pontos e abrir três de vantagem para a zona de rebaixamento. Com essa pontuação, pode ultrapassar ainda o Londrina, que recebe o Operário no sábado, em duelo de paranaenses.

O Vitória deve entrar em campo com Martín Rodríguez, Van, Everton Sena, Ramon e Thiago Carleto; Léo Gomes, Romisson e Lucas Cândido; Jordy Caicedo, Anselmo Ramon e Chiquinho (Negueba).


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/carreata-de-pms-grevistas-trava-a-paralela-engarrafamento-chega-a-9-km/
Previsão da Transalvador é que grupo só retorne para a Adelba às 20h30
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/marcia-fellipe-se-defende-apos-criticar-canonizacao-de-irma-dulce/
'Eu peço aqui desculpa. Não falei sobre religião. Falei sobre o que a palavra nos diz', disse
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/grupo-de-pms-grevistas-faz-carreata-ate-o-cab-para-cobrar-medidas-do-governo/
Justiça negou pedido do MPE para suspender as atividades da Aspra
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/essa-sua-corzinha-diz-passageira-para-motorista-negro-apos-corrida-para-patamares/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/dulce-e-pop-1a-missa-para-santa-dulce-dos-pobres-tem-exibicao-de-reliquia/
Caridade de Irmã Dulce, agora Santa Dulce dos Pobres, foi destacada pelo arcebispo primaz de Salvador e do Brasil
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/irma-dulce-iluminou-o-mundo-diz-dom-murilo-em-1a-missa-do-mundo-para-a-santa/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/maestro-da-mao-abencoada-tocada-por-dulce-duas-vezes-e-pelo-papa-francisco/
Na cerimônia de canonização, miraculado levou taça de ouro com pétalas de rosas brancas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/festa-com-dende-em-roma-baianos-celebram-santa-dulce-com-hino-carnavalesco/
Baianidade Nagô animou comemoração de baianos após a cerimônia, na Praça de São Pedro
Ler Mais