Codesal realiza simulado de evacuação do Alto da Terezinha

Os moradores terão que deixar as casas e buscar abrigo em uma escola do bairro

Publicado em 13 de setembro de 2017 às 21:37

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: .

Depois do Calabetão, agora será a vez dos moradores da comunidade de Mamede, no bairro do Alto da Terezinha, em Salvador, participar do simulado noturno de evacuação da Defesa Civil de Salvador (Codesal). A comunidade fica em uma das seis áreas de risco da cidade onde foram instaladas sirenes de alerta para casos de deslizamentos de terra ou desabamentos provocados pela chuva. A simulação será realizada nesta quinta-feira (14), às 19h.

As sirenes foram instaladas em zonas de risco e são ativadas quando a quantidade de chuva supera os 150 mm. O som de aviso é emitido durante alguns minutos, com pequenos intervalos. Durante a simulação da prefeitura, os moradores são orientados a como deixar os imóveis às pressas e buscar por abrigo.  Agente da Codesal alerta moradores sobre o perigo (Foto: Arquivo CORREIO) Em nota, a Codesal informou que o ponto de apoio da operação foi instalado na Escola Municipal Santa Terezinha. Três rotas levam ao local, que é para onde os moradores devem correr caso as sirenes sejam acionadas. 

"Por meio de testes para retirada rápida de moradores de suas casas, a operação visa a redução de danos e a preservação da vida em comunidades localizadas em áreas onde é grande o risco de acidentes relacionados ao mau tempo, a exemplo daqueles causados por desabamentos de imóveis e deslizamentos de terra", diz a nota. 

Ainda segundo a órgão, os moradores que participarem do simulado receberão pulseiras de identificação. O acessório é uma novidade e vai ajudar o órgão a verificar se quem participou da ação mora no bairro ou em áreas vizinhas. 

"Isto também é válido para nós, pois o objetivo é treinar para que os cidadãos saibam o que fazer no caso de acidentes relacionados à proteção civil, para que consigamos evitar e minimizar os efeitos da chuva”, afirmou, em nota, o secretário da Cidade Sustentável, André Fraga, que gerencia as ações da Codesal.

A comunidade Mamede será a segunda a passar por essa simulação a noite. No dia 17 de agosto, os moradores do Calabetão, às margens da BR-324, passaram pelo mesmo simulado.