Operação Pare no Ponto será estendida para Paralela e Orla

Fiscalização já ocorre na Avenida Suburbana com objetivo de melhorar o transporte público

Publicado em 22 de outubro de 2015 às 21:45

- Atualizado há 10 meses

A fiscalização de ônibus e veículos clandestinos que está ocorre desde quarta-feira na Avenida Afrânio Peixoto (Suburbana), será estendida também para a Paralela e a Orla de Salvador. A ação faz parte da Operação Pare no Ponto, da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob).

De acordo com o secretário da pasta, Fábio Mota, o objetivo é liberar as baias dos pontos para que os ônibus possam parar nos lugares devidos e fiscalizar se os coletivos estão obedecendo as regras.  Veículos clandestinos foram proibidos de parar nas baias dos ônibus(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)"O objetivo da operação é melhor o trânsito e o transporte público da cidade. Além do serviço de monitoramento, que já é realizado pela central de controle, estamos também com agentes fiscalizando e orientando os motoristas em diversos pontos da Suburbana. É uma ação de conscientização", afirmou. A operação Pare no Ponto permanecerá na Avenida Suburbana até o dia 15 de novembro, quando vai migrar para a Avenida Luís Vianna (Paralela). Serão dois meses de fiscalização no local até o dia 15 de janeiro, quando a Orla de Salvador será o próximo ponto da ação. Apesar das mudanças nos locais onde são desenvolvidos a operação, o secretário garantiu que a fiscalização será permanente em toda a cidade. "Através do centro de controle nós fazemos o monitoramento dessas ações em diversos pontos de Salvador", afirmou.

Na manhã desta quinta-feira (22), moradores do bairro de Plataforma, na Avenida Suburbana, realizaram um protesto por conta da operação.