Três são baleados e um é morto em Mirantes de Periperi

Crime aconteceu no Espaço Box, onde acontecia uma festa

Publicado em 10 de setembro de 2017 às 07:49

- Atualizado há 10 meses

Três pessoas foram baleadas e uma morreu no bairro de Mirantes de Periperi, na noite deste sábado (9). O crime aconteceu por volta das 21h40, no Espaço Box, na Rua I.

Segundo informações do posto policial do Hospital do Subúrbio, estava acontecendo uma festa no local quando houve uma briga e em seguida aconteceram os disparos. Douglas Santos Oliveira, 21 anos, uma adolescente de 16 anos, Gabriele Evangeslista de Carvalho, 22 anos, e Mateus Messias Rocha Silva, 21 anos, foram atingidos pelos disparos e socorridos para o Hospital do Subúrbio.

Douglas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. Já a adolescente, Gabriele e Mateus já receberam alta do hospital. 

Moradores contaram que o crime foi cometido por dois homens da localidade do Bambu, em Rio Sena. Um grupo chegou na porta do local, mas somente dois  entraram e cometeram o crime. "Eles entraram tranquilamente porque tinham as pulseiras que davão acesso à festa. Não havia revista. Só quem conferisse as pulseiras. Não demorou muito e, daqui de fora, escutamos os tiros. Muitos tiros. Foi um pânico. Todo mundo correndo", contou um rapaz que na hora bebia em um bar defronte à academia. 

 Ainda de acordo com ele, a briga aconteceu entre integrantes de uma mesma facção. "Mirantes de Periperi, Rio Sena e adjacências, tudo é Caveira. Foi uma briga entre eles para ver quem fica em algumas lideranças da facção", disse o rapaz. 

Já o dono do Espaço Box, Anderson Santos Souza, disse ao CORREIO que o crime foi cometido em via pública e que alugou o espaço para um festa de aniversário.  " As pessoas baleadas eram convidados do aniversariente, mas, na hora, estavam do lado de fora", declarou. 

Em nota, a Polícia Militar informou que policiais da 18ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Periperi) foram acionados após denúncias de que havia 20 homens armados em um confronto de facções. "Ao chegar no local os policiais encontraram cinco vítimas com perfurações de arma de fogo. Todos foram socorridos ao Hospital do Subúrbio e um dos suspeitos não resistiu aos ferimentos e morreu", diz a nota da PM. 

Não há informações sobre a autoria dos disparos. O crime será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).