Palavra de Especialista

Lipedema e Varizes: entenda as diferenças, os sintomas e o tratamento

38% da população brasileira é afetada por doenças vasculares

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 5 de abril de 2024 às 18:49

Meias de compressão Crédito: Shutterstock

Dores, inchaços, cansaço e sensação de peso nas pernas. Esses são alguns dos principais sintomas que afetam diretamente a vida de pacientes portadores de lipedema ou varizes. Ambas condições não só incomodam no aspecto estético como também podem levar a complicações sérias se não forem adequadamente tratadas. Segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), aproximadamente 38% da população brasileira é afetada por doenças vasculares, mais especificamente, por varizes.

O diagnóstico envolve uma avaliação clínica detalhada. No caso das varizes são identificadas mais facilmente através de sua aparência visual nas pernas, embora exames como o Doppler venoso sejam fundamentais para avaliar a extensão e a funcionalidade das veias afetadas. Por outro lado, o lipedema, caracterizado pelo acúmulo anormal de gordura em determinadas áreas do corpo, o diagnóstico pode ser mais desafiador, dada a sua semelhança com outras condições, como o linfedema e a obesidade comum.

O tratamento varia de acordo com a gravidade e as características individuais de cada caso. Para o lipedema, o tratamento pode incluir medidas de controle de peso, fisioterapia para melhorar o fluxo linfático e, em casos mais severos, procedimentos cirúrgicos para a remoção do excesso de tecido adiposo. Já o tratamento das varizes vão desde mudanças de estilo de vida e uso de meias de compressão até procedimentos minimamente invasivos, como a escleroterapia, ablação por radiofrequência ou laser, e, em casos mais avançados, a cirurgia convencional para remoção das veias afetadas.

No vídeo, o cirurgião vascular e endovascular, Adjaldes Ribeiro (@institutomjr), explica as diferenças, os sintomas e o tratamento adequado para as condições.