Anac aprova ampliação de voos comerciais na Base Aérea de Canoas, usado para atender o RS

Agora serão 87 voos semanais

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 11 de julho de 2024 às 08:46

Base aérea de Canoas
Base aérea de Canoas Crédito: Divulgação

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou nesta quarta-feira, 10, novos horários para pousos e decolagens na Base Aérea de Canoas, ampliando de 49 para 87 voos comerciais semanais. A base está sendo usada temporariamente, enquanto o Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, está interditado para operação.

Com a aprovação da Anac, a Base Aérea de Canoas poderá ter até 13 pousos e 13 decolagens por dia, ampliando o número de passageiros para 35 mil semanais. Os novos horários estão concentrados entre 21h e 7h30 (operação noturna). Na prática, a ampliação entrará em vigor entre 10 e 15 dias.

Para o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, a ampliação de voos ameniza os desafios para o acesso aéreo comercial à capital. Contudo, diz que "está empenhado na retomada da operação do aeroporto de Porto Alegre". O aeroporto teve sua pista e instalações inundadas durante semanas em razão das chuvas que atingiram o território gaúcho a partir de maio.

Na segunda-feira, 8, a Fraport, concessionária que administra o Aeroporto Salgado Filho, anunciou a retomada das operações de embarque e desembarque de passageiros a partir de 15 de julho nas instalações do aeroporto na capital. No entanto, os pousos e decolagens seguirão ocorrendo na Base Aérea de Canoas.