AUTOS

Porsche investe R$ 40 milhões em concessionária na Bahia

Gestão em Salvador será grupo mineiro Bamaq. No Brasil, a Porsche ultrapassou a Mercedes-Benz em vendas

  • Foto do(a) author(a) Antônio Meira Jr.
  • Antônio Meira Jr.

Publicado em 12 de novembro de 2023 às 11:59

O Porsche Center custou R$ 40 milhões e tem 2.573 metros quadrados de área construída
O Porsche Center custou R$ 40 milhões e tem 2.573 metros quadrados de área construída Crédito: Divulgação

Se o modelo mais emblemático da Porsche é 911, que está em linha há 60 anos, a data 9/11 se tornou o marco da inauguração da primeira concessionária da marca na Bahia. O Porsche Center Salvador é o 14º do país e o terceiro do Nordeste, depois de Recife (2016) e Fortaleza (2021). A unidade baiana é a maior delas, com uma área construída de 2.573 metros quadrados, fruto de um investimento de R$ 40 milhões do Grupo Bamaq, que já atuava com o fabricante alemão em Minas Gerais. “Este Porsche Center traz o novo padrão de arquitetura global da Porsche, mais fluido e moderno.

Detalhe do setor de entrega de automóveis
Detalhe do setor de entrega de automóveis zero-quilômetro Crédito: Divulgação

Com toda certeza, ofereceremos experiências inesquecíveis para os clientes e fãs da marca, contando com o nosso know-how adquirido desde 2018 com o Porsche Center Belo Horizonte”, afirma Clemente de Faria Jr, CEO do Grupo Bamaq. Além do design, o prédio instalado na Avenida Tancredo Neves tem entre os destaques um carregador ultrarrápido para veículos elétricos, com potência de 350 kW - o mais potente do estado. Este dispositivo é capaz de carregar a bateria Taycan de 5% até 80% em apenas 23 minutos.

A concesionária fica na Avenida Tancredo Neves
A concessionária fica na Avenida Tancredo Neves, em Salvador Crédito: Divulgação

O GRUPO BAMAQ

Com 48 anos de experiência no mercado automotivo, o grupo atua em 17 estados com automóveis, serviços financeiros e máquinas pesadas. No segmento automotivo, a empresa representa, além da Porsche, Fiat, GWM, Iveco e Mercedes-Benz.

PRAZER AO DIRIGIR

Criada na Áustria e sediada atualmente em Stuttgart, na Alemanha, a Porsche produziu até tratores. No entanto, a empresa fundada por Ferdinand Porsche se tornou referência na produção de carros esporte, como o 911. Entre seus atributos está a dirigibilidade refinada.

RESULTADOS GLOBAIS DA PORSCHE

A linha de SUVs da Porsche surgiu há 20 anos, com o lançamento do Cayenne. Atualmente, ele e o Macan, que estreou em 2014, são os principais veículos da marca. No mundo, a empresa entregou no primeiro semestre 47.755 unidades do Macan, o que representou um crescimento de 26%. O Cayenne teve suas vendas ampliadas em 12%, alcançando 46.884 exemplares. O icônico 911 foi entregue a 26.124 clientes em todo o mundo (+21%). No primeiro semestre, 17.991 clientes receberam o Taycan totalmente elétrico (-5%). De acordo com o fabricante, o elétrico continuou a ser mais afetado por falta de disponibilidade de peças do que outras linhas de modelos. O sedã de luxo Panamera registrou 17.565 entregas (+13%). Os modelos 718 Boxster e 718 Cayman contribuíram com mais 11.035 entregas (+13%).

MERCADO PREMIUM NACIONAL

Contabilizando os emplacamentos entre janeiro e outubro, a liderança do mercado premium é da BMW. A empresa alemã soma nesse período 11.855 unidades, seguida por Volvo (6.392) e Audi (5.021). A Porsche, com 4.391 licenciamentos, ultrapassou a Mercedes-Benz (3.390). Há um ano, a Mercedes tinha um volume um pouco maior (3.924) e a Porsche quase metade (2.672) do que apresenta atualmente. Globalmente, a Porsche encerrou os primeiros seis meses deste ano com um aumento de 15% nas entregas. No total, entre janeiro e junho foram entregues 167.354 veículos.

MAIS VENDIDOS NO BRASIL

No mercado nacional, o Porsche mais vendido no acumulado do ano é o Cayenne. O SUV, que recentemente foi atualizado, teve 1.395 emplacamentos entre janeiro e outubro. O Macan (1.107) vem em seguida e o 911, com 830 licenciamentos, ficou com a terceira posição. Nas três posições seguintes, ficaram: 718 (427), Panamera (375) e Taycan (247). Só a partir deste mês, com a implantação da concessionária, os modelos emplacados na Bahia serão contabilizados no ranking estadual.

O Cayenne foi o segundo modelo da marca mais vendido no mundo e o primeiro no mercado nacional
O Cayenne foi o segundo modelo da marca mais vendido no mundo e o primeiro no mercado nacional Crédito: Divulgação

MERCADO PREMIUM BAIANO

Nos primeiros 10 meses do ano, a BMW dominou as vendas na Bahia. Foram emplacadas 215 unidades, quase o dobro da Volvo (212), que ficou com a segunda posição. A Land Rover (85), vem em terceiro, pouco à frente da Audi (80), quarta colocada. A Mercedes-Benz (55) ficou na quinta posição, na frente da Lexus (48). A MINI teve 21 veículos emplacados no período e a Jaguar, seis.