FEZ COMUNICADO OFICIAL

Ana Hickmann grava vídeo após agressão do marido: 'Está longe de estar tudo bem'

Apresentadora da Record publicou vídeo em seu canal do Youtube

  • D
  • Da Redação

Publicado em 17 de novembro de 2023 às 06:39

Ana Hickmann publicou vídeo
Ana Hickmann publicou vídeo Crédito: Reprodução/Youtube

A apresentadora Ana Hickmann divulgou um vídeo com um comunicado oficial após sofrer uma agressão do marido, o empresário Alexandre Correa. Em seu canal do Youtube, a apresentadora falou que não está tudo bem, e que quer preservar o filho da situação.

"Pessoal, diante de tudo o que está acontecendo na minha vida, eu decidi vir aqui falar um pouco com vocês que sempre me acompanharam. Existem muitas coisas que precisam serem ditas, mas em respeito ao meu filho e também ao meu processo, isso vai acontecer no momento e na hora certa", disse.

Mais uma vez, Ana agradeceu as mensagens de apoio que recebeu ao longo da semana. "Só quero agradecer o apoio e as mensagens de carinho que tenho recebido de vocês por aqui, nas redes sociais e na televisão. Infelizmente muitas mulheres passam ou já passaram pelo que eu vivi e eu espero que, assim como eu, elas também tenham uma rede de apoio", completou.

Ana disse ainda que ainda não está pronta para falar com detalhes sobre a agressão. "Dessa vez eu não vou abrir meu vídeo falando 'Oi pessoal, tudo bem?', porque não está tudo bem! Está longe de estar tudo bem! Mas como eu disse na segunda-feira, quando voltei ao trabalho, no final do programa Hoje em Dia, eu ainda não estou pronta para falar sobre determinadas coisas. Porque aqui ainda está muito machucado".

Sobre o filho, que presenciou a agressão dentro de casa, ela disse que ele precisa estar protegido para que ela possa falar mais sobre o caso. “Eu não sou apenas mulher, eu sou mãe. Essa mãe vai defender de todas as formas o seu pequeno, o seu filho. Meu filho é a coisa mais importante da vida para mim. Por isso não estou pronta para falar, ele tem que estar protegido”.

Ela fez questão de ressaltar que a violência doméstica é vivenciada por muitas mulheres, por isso é importante ter uma rede de apoio para sair dessa situação, assim como ela teve. “O que aconteceu comigo infelizmente acontece com muitas mulheres. Eu espero que, juntas, a gente possa mudar essa história”.