ENTENDA

Luiza Possi revela que a perseguição de um stalker influenciou os rumos de sua carreira

Versão brasileira de 'Bebê Rena'

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 8 de maio de 2024 às 13:58

Luiza POssi
Luiza POssi Crédito: Reprodução/Twitter

Luiza Possi passou por um momento muito assustador no início de sua carreira. Durante a sua participação no programa 'Que História é Essa Porchat', do GNT, a cantora revelou que quando ainda dava seus primeiros passos na música, acabou sofrendo na mão de um stalker.

Segundo a artista, a história aconteceu há 22 anos, em uma cidade do estado do Amazonas, e, até agora, nem mesmo sua mãe, Zizi Possi, sabia do ocorrido: "Eu não contei para minha mãe pra não assustá-la. Porque, na verdade a história que o Porchat pediu para eu contar poderia ser a história do filme 'Pânico'".

"Quando lancei a minha carreira, eu tinha 18 anos [...] e estourou assim de uma maneira que eu não esperava. Foi um sucesso, arrebatador e eu não tinha consciência disso". Luiza revelou que tudo começou quando ela chegou na cidade e o contratante decidiu levá-la para o meio do público para chamar os fãs. "O contratante parou o carro no meio da cidade, as pessoas vieram em cima de mim e arrancaram o passante da minha calça, minha boina. Uma loucura".

A cantora realizou o show e, após a apresentação, quando já estava quase indo embora da cidade, começou a receber ligações em seu quarto de hotel. "A gente ia embora no dia seguinte [do show] e tocou o telefone do nosso quarto, já pós-show. Nós já estavamos indo para o aeroporto, atendemos ao telefone do quarto do hotel. A Ana [produtora] atendeu: 'Oi quem é?'. 'É o Luiz.' 'E você quer o que?'. 'Quero falar com a Luiza'. 'Ah, liga mais tarde'. Porque a gente já estava indo embora", relatou a artista

Quando ela e sua equipe chegaram no aeroporto, não conseguiram embarcar devido ao mal tempo e, por isso, retornaram ao hotel. Lá, eles foram para o quarto, quando voltaram a receber ligações misteriosas. "Estamos no quarto, sem fazer nada, jogando conversa fora. ligaram de novo. Quem era? O Luiz".

A cantora disse que o telefone tocou ainda mais algumas vezes, até que eles decidiram ir domir. "Duas horas da manhã, toca o telefone: 'você não dorme não? É o Luiz. E eu estou indo aí no quarto, eu estou dentro do hotel". A mensagem deixou sua produtora tão assustada, que ela resolveu avisar na recepção do hotel. "Desligamos o telefone e ele ligou: 'Não adianta ligar na recepção não'. Eu juro por Deus, eu falo com você e lembro da sensação de pânico".

Luiza decidiu pedir ajuda para o seu segurança, Souza, que estava no quarto ao lado. "Aí ligamos para o Souza, que estava no quarto ao lado. Aí o Souza foi para o nosso quarto. E ele ligou de novo. 'Não adianta ligar para o segurança, que estou chegando'. Então eu não sei como ele sabia tudo que estava acontecendo".

A artista, sua produtora e o segurança passaram a noite no quarto juntos, até que, no dia seguinte, o stalker finalmente foi revelado. "A gente se desesperou num grau! Ficamos acordados a noite inteira. O Souza foi de quarto em quarto, ele achou o Luiz, que na verdade, se chamava Carlos e o prendeu, levou para a delegacia da cidade e prendeu o Carlos. E aí o Carlos falou: 'Não adianta me prender, porque eu estou atrás dela, e eu vou continuar até eu pegar ela".

Por fim, Luiza confessou que o episódio mexeu muito com seu psicológico e brincou que, talvez, isso tenha influenciado os rumos de sua carreira. "Isso ficou me assombrando pelo resto da vida! Eu acho até que eu desisti da carreira pop e migrei para a MPB porque eu achei mais tranquilo".