SAÚDE

Sesab confirma 59 mortes por dengue na Bahia

Os três últimos óbitos foram registrados em residentes Encruzilhada, Jacaraci e Vitória da Conquista

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 3 de maio de 2024 às 15:46

Mosquito da Dengue
Mosquito da Dengue Crédito: shammiknr/Pixabay

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) confirmou nesta sexta-feira (3), mais três óbitos por dengue no estado durante o ano de 2024. Com as novas confirmações, a Bahia atinge a marca de 59 mortes pela doença. Os três últimos óbitos foram registrados em residentes Encruzilhada, Jacaraci e Vitória da Conquista.

Se acordo com a pasta, o estado possui uma taxa de letalidade da dengue de 2,9%, menor do que a média nacional. Ao todo, até o momento, foram confirmados os óbitos por dengue nos municípios de Vitória da Conquista (13), Jacaraci (5), Feira de Santana (4), Juazeiro (4), Encruzilhada (3), Piripá (3), Barra do Choça (2), Caetité (2), Coaraci (2), Palmas de Monte Alto (2), Santo Antônio de Jesus (2), Bom Jesus da Lapa (1), Caculé (1), Caetanos (1), Campo Formoso (1), Caraíbas (1) Carinhanha (1), Guanambi (1), Ibiassucê (1), Ipiaú (1), Irecê (1), Luís Eduardo Magalhães (1), Macaúbas (1), Maraú (1), Santo Estevão (1), Seabra (1), Tanque Novo (1) e Várzea Nova (1).

Em todo os país, foram registrado 2.073 óbitos por dengue em 2024; outras 2.291 mortes estão sob investigação. Em todo o ano de 2023, 1.179 pessoas morreram em decorrência da doença no Brasil. Os dados são da última terça-feira (30), divulgados pelo Ministério da Saúde (MS).

Vacinação em Salvador

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Salvador retomou, nesta quinta-feira (2), a aplicação da vacina contra a dengue em 80 pontos de vacinação. Estão habilitados para a imunização 187 mil pré-adolescentes e adolescentes de 10 a 14 anos do município de Salvador.

A volta da estratégia de imunização contra a arbovirose acontece após a chegada de nova remessa de lote pelo Ministério da Saúde (MS). A capital foi contemplada com 21.994 doses.