RELÍQUIA DE 80 ANOS

Ovo de Páscoa guardado desde a Segunda Guerra é leiloado por R$ 1,2 mil

O doce foi presenteado a sua dona em 1939 e permaneceu intocado até a morte da idosa, aos 91 anos

  • Foto do(a) author(a) Rede Nordeste, O Povo
  • Rede Nordeste, O Povo

Publicado em 26 de março de 2024 às 19:36

Ovo de páscoa octagenário foi vendido em leilão por R$ 1,2 mil
Ovo de páscoa octagenário foi vendido em leilão por R$ 1,2 mil Crédito: Divulgação/Hansons

Um ovo de páscoa de 85 anos, guardado por sua dona, Sybil Cook, desde 1939, foi leiloado na terça-feira, 19, pela quantia de R$ 1,2 mil (£200). O objeto havia permanecido ao lado de Cook durante a Segunda Guerra Mundial.

Embrulhado em um papel azul e com uma cena decorativa ao redor, o doce foi mantido intocado após conselho do tio de Sybil para que a garota racionasse a comida. Na época, o racionamento de alimentos na Grã-Bretanha se estendeu de 1940 a 1954.

“Com a guerra se aproximando, seu tio disse: ‘Tenha cuidado com isso, minha garota, pode não haver chocolate por aí em breve’. Ele disse a ela para racionar”, revelou a filha de Cook, Gill Bolter, à casa de leilões Hansons, responsável pela venda.

Seguindo a morte da dona, aos 91 anos, a família decidiu leiloar o objeto, que ainda trazia o nome “Sybil Cook”, escrito a lápis, e o ano “1939”.

Venda demorou quase um ano

O ovo de páscoa octogenário foi posto à leilão em abril de 2023 e recebeu uma proposta de venda de um comprador online quase um ano depois, com a sua compra anunciada em março de 2024.

“Quando perguntamos à minha mãe como ela conseguiu guardar o ovo por tanto tempo, ela nos disse que, depois de guardá-lo durante toda a guerra, não parecia certo comê-lo. Ela arranhou um pedaço do papel na frente quando era pequena, só para verificar se havia chocolate por trás”, explicou a filha.

“O ovo era muito precioso para ela. Tendo-o mantido seguro durante a infância, ela o levou consigo quando saiu de casa para se casar em 1955 e por 60 anos o guardou em uma prateleira em seu quarto em Bilton Road, em Neath”, completa.