10º dia: Caminhoneiros mantêm mobilização nas rodovias baianas

bahia
30.05.2018, 06:09:13
Atualizado: 30.05.2018, 08:16:00

10º dia: Caminhoneiros mantêm mobilização nas rodovias baianas

Mobilização acontece na Via Parafuso desde o início da manhã desta quarta

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


A mobilização dos caminhoneiros continua na Bahia nesta quarta-feira (30). Já é o décimo dia de paralisação da categoria nas rodovias.  Eles já tinham informado que manteriam a paralisação após uma reunião com representantes do governo do estado.

Segundo informações da concessionária Bahia Norte, os caminhoneiros colocaram veículos no acostamento em ambos os sentidos da Via Parafuso (BA-535), no km 10, na altura do Atacadão. Apenas ônibus e veículos de passeio podem passar pelo local. 

De acordo com a Via Bahia, há bloqueios na BR-116 nas cidades de anto Estevão, Itatim, Milagres, Jequié, Poções, Manoel Vitorino e Vitória da Conquista. Veículos de carga (caminhões e carretas) não estão passando. 

Até às 18h de ontem, havia 46 pontos de bloqueio, de acordo com a PRF.

Na madrugada desta quarta, equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Nordeste liberaram o trecho da BR-116, na cidade de Teofilândia. A ação faz parte do trabalho integrado da Secretaria da Segurança Pública e Polícia Rodoviária Federal (PRF) em rodovias da Bahia onde caminhoneiros que querem trafegar com mercadorias vinham sendo ameaçados.

"Estamos monitorando as rodovias federais, fornecendo total apoio à nossa coirmã PRF. A determinação é que não sejam permitidos bloqueios, garantindo o trânsito de itens básicos e dos caminhoneiros que não aderiram ao movimento", declarou o comandante da Cipe Nordeste, major Wellington Morais dos Santos.

(Foto: Divulgação/SSP)


Gás lacrimogênio
Ontem uma megaoperação foi montada para liberar as BRs 101, 242 e 116, nos perímetros de aproximadamente seis cidades. As ações foram realizadas pelo Batalhão de Choque, Grupamento Aéreo (Graer) e Companhias Independentes de Policiamento Especializado (Cipes).

Em Alagoinhas, Nordeste do estado, manifestantes deitaram na pista na frente de uma cervejaria e atiraram pedras contra os policiais. Equipes do Choque usaram bombas de gás lacrimogênio e dispersaram os manifestantes que tentavam bloquear a BR-101 totalmente.

Guarnições de unidades territoriais da PM ficarão nos pontos usados pelos manifestantes para evitar novas retenções.

Reunião
Ontem, eles explicaram o motivo de manter a paralisação. "Vamos manter nossa paralisação. Não iremos desobstruir vias nem liberar caminhões até que o presidente e o governador façam uma intervenção a favor da redução do preço da gasolina, do gás de cozinha,do  etanol e do óleo diesel. Esse é um anseio da sociedade. Estamos clamando para que o povo abrace nosso movimento", pontuou o caminhoneiro Marcos Nogueira, um dos líderes do movimento, que esteve presente na reunião. 

Na reunião, foram tratados temas como a redução do ICMS nos combustíveis, não cobrança de pedágio nos eixos suspensos e redução do custo do exame toxicológico. Os onze motoristas autônomos foram recebidos na Secretaria de Relações Institucionais (Serin), onde foi garantida a suspensão da cobrança do pedágio sobre o terceiro eixo dos caminhões, quando vazios, e a continuidade do diálogo. 

Sobre a redução do ICMS, segundo os caminhoneiros, a representante da Serin disse que não poderia tratar do tema sem falar antes com o governador. O governo do estado não respondeu aos questionamentos do CORREIO sobre o tema. Ficou acertada uma nova reunião entre as partes, porém sem data definida. 


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/historia-e-solidariedade-marcam-a-primeira-live-do-bloco-ile-aiye/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/moda-comunica-mais-que-tendencias/
Representatividade  é o tema desse editorial fotografado e protagonizado por jovens negros
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/e-sofrencia-musicas-de-arrocha-foram-as-mais-ouvidas-pelos-baianos-na-quarentena/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bisneta-de-mae-senhora-inspira-baiana-azul-de-amaralina-conheca-cida-de-nana/
Bel Borba a contratou como modelo para monumento às baianas sem saber de ascendência, que inclui Mestre Didi e uma das fundadoras da 1ª casa de candomblé
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/devo-ou-nao-devo-usar-mascara-na-atividade-fisica-eis-a-polemica-precos-chegam-a-r-120/
Tire suas dúvidas e confira 10 máscaras esportivas disponíveis no mercado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bau-do-marrom-o-dia-que-daniela-mercury-superou-britney-spears-em-portugal/
Durante a apresentação de Daniela Mercury no Rock in Rio Lisboa em 2004 falei até na TV portuguesa sobre Daniela
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-quarentena-anitta-lanca-clipe-para-tocame-com-gui-araujo-assista/
Vídeo traz fãs dançando em casa; é a primeira vez que funkeira contracena com namorado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/secretario-do-ministerio-da-saude-destrata-garcom-em-transmissao-ao-vivo-sai-dai/
Élcio Franco falava em medidas de segurança para reabertura da economia quando se incomodou com presença de servidor
Ler Mais