2 de Julho: EP de Samba Junino celebra caboclas e caboclos da Bahia

correio afro
26.06.2022, 10:43:00
(Divulgação)

2 de Julho: EP de Samba Junino celebra caboclas e caboclos da Bahia

Em 'Nossa História é com Dendê', Nonato Sanskey aproveita para celebrar 50 anos do Samba Junino

Passado o São João, vem o São Pedro e aí a cabeça já pensa: tem 2 de Julho vindo por aí. Cantor, compositor, produtor cultural e mestre de samba Junino, Nonato Sanskey vai comemorar a Independência da Bahia com o EP Nossa História é com Dendê: uma celebração a caboclas e caboclos.

As 9 faixas serão distribuídas nas plataformas digitais, como Spotify, Soundcloud e YouTube celebrando os 50 anos do samba Junino.

“Mesmo após momentos muito difíceis em função da pandemia do novo coronavírus e extrema dificuldade para toda cadeia produtiva, o Samba Junino está se reinventando mais uma vez nos moldes atuais para preservar e difundir essa manifestação que é nosso patrimônio. E este ano celebramos os cinquenta anos de Samba Junino, na mais que justo a gravação de um EP para fortalecer ainda mais a nossa cultura”, afirma Nonato Sanskey.

Além de Nonato Sanskey e Sambão da MUCUM’G, o disco também vai contar com as participações dos grupos Jaké, Fogueirão e Samba do Vai Kem Ké.
 
“O samba junino foi o responsável pelo desenvolvimento dos principais grupos, cantores, compositores e músicas icônicas da cultura baiana, a exemplo de sucessos de Sarajane, Timbalada, E o Tchan, Ninha, dentre outros artistas e grupos, oriundos da manifestação cultural, nascida nos bairros da cidade”, acrescenta Sanskey.

O projeto  Samba Duro Junino em Movimento: 50 anos, edição e gravação de EP, foi contemplado pelo Prêmio Samba Junino Ano IV, da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura de Salvador. Salvador Cidade da Música Desde 2016, Salvador conquistou o título oficial de Cidade da Música, da Rede de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas