A biodiversidade  e o setor florestal

artigo
25.05.2021, 05:15:00

A biodiversidade  e o setor florestal

Entendida, resumidamente, como o conjunto de formas de vida existentes no planeta, a biodiversidade é intrínseca à realização da atividade econômica. E alguns setores, especialmente os que lidam com os recursos naturais, percebem mais a importância de sua preservação, uma vez que os benefícios da conservação dos ecossistemas com as atividades sustentáveis, além de ganhos empresariais, melhoram a qualidade de vida de todos.
 
Não à toa, as indústrias de base florestal, pelas especificidades do negócio, posicionam-se entre as empresas que mais agregam experiência sobre o assunto e a incorporam ao seu dia a dia. Isso devido à necessidade de cultivar eucaliptos para atender a uma infinidade de demandas da sociedade – a exemplo da fabricação de papel e da produção de alimentos, medicamentos e cosméticos –, colocando o setor em contato permanente com múltiplas espécies de animais e plantas.

Essa relação permite conhecer características como variabilidade das espécies, seus comportamentos, distribuição, complementaridade entre elas e uma série de outros aspectos essenciais para o equilíbrio dos ecossistemas. Por sua vez, este conhecimento permite desenvolver ações consistentes de preservação e manutenção da biodiversidade, gerando conhecimentos que extrapolam os limites da empresa, alcançando as instituições de ensino e pesquisa.
 
Prova disso é o Programa de Monitoramento da Biodiversidade para Conservação da Fauna e Flora, desenvolvido pela Bracell.  Nas unidades da empresa na Bahia e em São Paulo, os resultados da iniciativa evidenciam a harmonia entre o cultivo de árvores e a manutenção dos remanescentes de mata nativa. Além disso, já catalogamos a presença de mais de 1.400 espécies de animais e plantas em nossas áreas, algumas ameaçadas de extinção, coexistindo com os plantios de eucalipto. Outro ponto importante, e também catalogado na área de influência da companhia na Bahia, é a existência de mais de 1.200 nascentes de rios preservadas.
 
Estas informações não só atestam o cuidado com o meio ambiente nas operações florestais como direcionam a tomada de decisões em relação à adoção de práticas de manejo sustentável. Até porque o aumento no número de registro de espécies identificadas a cada novo ciclo de monitoramento revela o alinhamento entre o discurso e a prática de responsabilidade ambiental no desenvolvimento das atividades.
 
Mas há muito ainda para se conhecer e aprender com a inter-relação entre os seres vivos ao nosso redor, a fim de reduzirmos as interferências sobre o habitat. E investimos nisso porque acreditamos que, agindo assim, preservamos o meio ambiente, beneficiamos as comunidades e o país, entregamos à sociedade um produto obtido de modo sustentável e mantemos a competitividade no mercado.

Meryellen Baldim é coordenadora de Meio Ambiente e Certificações Florestais da Bracell

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas