A democracia vale a pena. O Bahia comprova

miro palma
11.04.2018, 05:00:00
Atualizado: 11.04.2018, 08:01:56

A democracia vale a pena. O Bahia comprova


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Constatamos a cada dia que o futebol é um reflexo da nossa sociedade. Em tempos complicados como esse em que vivemos, falar de democracia se torna ainda mais importante. E não há como conectar democracia e futebol sem falar do Bahia. 

O tricolor baiano conquistou a duras penas o direito de escolher seu presidente e conselho deliberativo e, principalmente, de se libertar de gestões que envenenaram o clube e o mergulharam em uma década de trevas.

O exemplo é pertinente não só pela conquista em si, mas pela forma como ela se deu: através da torcida. Se “demos” é povo e “kratos” é poder em grego – civilização que deu origem a essa palavra em questão –, nada mais essencial do que ter na torcida a maior força nessa revolução política do clube. E assim foi. O Bahia voltou a ser de seus torcedores pelas mãos dos mesmos.

E como prova de que é na democracia que encontramos a nossa melhor forma enquanto seres coletivos, o microcosmo tricolor viveu um renascimento após a intervenção judicial, em 2013, e as eleições diretas que se sucederam. 

Trocou um endividamento vertiginoso por contas em dia e a posse do Fazendão e da Cidade Tricolor; trocou vendas e contratações suspeitas pela credibilidade de um time que pode comprar jogadores como vai fazer com Marco Antônio, por exemplo, e fazer vendas lucrativas como a de Bruno Paulista, que rendeu mais de R$ 11 milhões; trocou, também, o jejum de uma década sem títulos por quatro títulos nos últimos quatro anos; trocou, ainda, os sacos de lixo em que guardavam as taças de gloriosas conquistas como as dos campeonatos brasileiros de 1959 e 1988 – como revelei em matéria do CORREIO em setembro de 2013 – pelo crescente respeito à marca e ao escudo do Bahia em âmbito nacional.

Arrumar a casa não é fácil e o retorno das mudanças não é sentido de uma hora para outra. Mas, ele chega. E o Bahia hoje vive, provavelmente, seu melhor período desde que foi retirado da lama. No ano passado, fez a melhor campanha de sua história nos pontos corridos. Sonhou até com uma vaga nas Libertadores, com chance até a última rodada. Este ano, além de vencer o Campeonato Baiano, é o favorito ao título da Copa do Nordeste e vai entrar na Copa do Brasil direto nas oitavas de final, graças à conquista do Nordestão em 2017.

Nem tudo são flores e ainda há muito que melhorar, mas o clube tem um modelo organizado e competitivo. E, principalmente, tem transparência, tem em sua torcida a vigilância e, nas suas mãos, o poder do voto. Ainda não é o time dos sonhos, fato. Faltam reforços para levar o Bahia a um bom resultado no longo Campeonato Brasileiro, porém, nem de longe vive o pesadelo que viveu e que agora vê se repetir com o rival e suas sucessivas más administrações.

Erros irão acontecer, afinal, o futebol não é uma ciência exata. Entretanto, não podemos nunca, em hipótese alguma, menosprezar o avanço da democracia. E se o futebol é mesmo esse espelho social, que os reflexos positivos que estamos vendo através do Bahia possam nos contagiar também enquanto cidadãos.

*Miro Palma é subeditor do Esporte e escreve às quartas-feiras.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sandy-junior-contam-a-propria-historia-em-serie-documental/
Produção em sete capítulos do Globoplay inclui imagens caseiras dos irmãos, ainda antes de serem profissionais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pensei-em-me-matar-diz-atriz-de-malhacao-apos-video-em-site-porno-veja-desabafo/
Pillar Costa, que atuou na novela da Globo no ano passado, entrou em depressão
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/claudia-leitte-festeja-40-anos-com-live-repleta-de-convidados/
Any Gabrielly, Léo Santana, Zaac, Hungria Hip Hop, Lore Improta, Bera e Dennis DJ estarão na festa
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nivus-ja-rodamos-na-bahia-com-o-novo-suv-da-volkswagen/
Em vídeo, apresentamos as primeiras impressões sobre o veículo que tem piloto automático inteligente e detector de fadiga
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-zidane-renata-fan-recebe-parabens-de-david-beckham-assista/
Ex-jogador inglês enviou mensagem que foi reproduzida no ‘Jogo Aberto’, da Band
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pf-cumpre-mandados-contra-quadrilha-que-fraudou-mais-de-r-4-milhoes-do-inss/
O grupo é investigado por, pelo menos, 80 benefícios previdenciários suspeitos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/5-filmes-que-voce-deve-assistir-para-apreciar-as-trilhas-de-ennio-morricone/
Compositor, que morreu aos 91 anos, era grande nome da música no cinema
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-baiano-hiran-lanca-segundo-disco-galinheiro/
Disco tem participações especiais de Tom Veloso, Majur e outros artistas
Ler Mais