'A nossa união vai nos tirar dessa situação de rebaixamento', afirma Wagner Lopes

e.c. vitória
12.10.2021, 22:39:00
Atualizado: 12.10.2021, 22:39:40
Técnico do Vitória, Wagner Lopes (PIETRO CARPI / ECVITÓRIA)

'A nossa união vai nos tirar dessa situação de rebaixamento', afirma Wagner Lopes

Técnico do Vitória analisou triunfo por 1x0 contra o Sampaio Corrêa, na Série B

Depois de sete rodadas, o técnico Wagner Lopes voltou a falar de um triunfo diante dos microfones. Em entrevista coletiva concedida após o Vitória derrotar o Sampaio Corrêa por 1x0, no Castelão, em São Luís, o treinador rubro-negro destacou a organização como um dos pontos fortes do time na noite desta terça-feira (12). 

"Acho que a organização junto com a união dos jogadores fizeram uma diferença enorme. Jogamos no sábado, viajamos no domingo, chegamos na segunda, um calor muito grande, jogadores tiveram muita superação. Jogadores tiveram uma boa comunicação dentro de campo, foram muito organizados, tivemos muito mérito nessa vitória. Ressaltar que a nossa união vai nos tirar dessa situação de rebaixamento", projetou Wagner Lopes.

O resultado diante do Sampaio Corrêa não tirou o Vitória da zona de rebaixamento da Série B, mas pode representar o início da tão esperada reabilitação rumo à permanência na segunda divisão. O rubro-negro segue na 18ª colocação, mas agora soma 29 pontos. Primeiro time fora do Z4, o Brusque tem 32, porém ainda entrará em campo nesta 30ª rodada.

O único gol do jogo contra o Sampaio Corrêa foi marcado pelo meia Eduardo, que ganhou elogios do treinador. O time não balançava a rede havia seis rodadas. 

"Claro que o Eduardo é um menino com muito potencial, um cara que vem amadurecendo. E você aprende com os erros. Quando o Eduardo errou no jogo contra o Confiança, acho que serviu de lição, mas ele não se abateu com o erro. Hoje ele provou a qualidade que tem, não só com o gol, mas fazendo o jogo fluir, fazendo a circulação de bola trocando de corredor. É óbvio que ninguém gosta de errar", afirmou Wagner Lopes.

"A gente avalia jogo a jogo, mas a gente tenta passar confiança, tenta passar tranquilidade para que eles entrem ali e façam o melhor de cada um. Com certeza vamos ter jogos bons, jogos ruins, mas o mais importante é todo mundo lutar para buscar as vitórias para tirar o Vitória da zona de rebaixamento", completou o treinador, que também elogiou a postura do sistema defensivo rubrp-negro.

"Avaliação nossa é muito positiva. Nos defendemos em bloco baixo com muita agressividade, truncamos jogo na hora certa. A gente sabia que o Sampaio, muitas vezes, espeta os laterais ao mesmo tempo. Eles saem com os laterais para atacar ao mesmo tempo. A gente já tinha traçado a estratégia de que quando roubasse a bola fizesse as inversões e conseguisse atacar a última linha buscando profundidade. Fizemos gol, coisa que há seis jogos não estávamos conseguindo. Valorizar todos os jogadores, os que ficaram de fora, os que entraram, todo mundo lutando, incentivando. Cobrança interna muito grande. Agradecer aos jogadores e parabenizar porque hoje não só foi uma vitória merecida, mas principalmente volta a gente a encostar, a ficar mais próximo para sair da zona de rebaixamento, que é o nosso objetivo", vislumbrou.

O Vitória só volta a entrar em campo pela Série B do Brasileiro no dia 23 de outubro, às 16h30, quando recebe o lanterna Brasil de Pelotas, no Barradão, em jogo válido pela 31ª rodada. Antes, o rubro-negro vai disputar a segunda fase da pré-Copa do Nordeste 2022, dia 19, contra o Itabaiana. O jogo também será disputado no Barradão. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas