Acabou o baba: Guarda Municipal de Salvador dispersa aglomeração em praia

salvador
06.09.2020, 12:12:00
Atualizado: 06.09.2020, 15:51:51
(Leitor CORREIO/Reprodução)

Acabou o baba: Guarda Municipal de Salvador dispersa aglomeração em praia

Praias continuam interditadas na capital baiana, mas muita gente tem frequentado os espaços

Enquanto uns 'fugiram' para o Litoral Norte do estado ou para as praias do Baixo Sul, outros continuam isolados em casa para conter o avanço do coronavírus e tem gente se aveturando pelas praias da capital baiana, mesmo com elas fechadas por determinação da prefeitura.

A Praia da Paciência, no Rio Vermelho, foi uma das que registrou aglomeração de pessoas neste domingo (6) ensolarado de feriadão.

O CORREIO recebeu vídeos de leitores que mostram um grupo de homens jogando futebol de areia, o famoso 'baba', quando são surpreendidos pela Guarda Municipal (GM), que dispersa a movimentação na praia. Confira abaixo.


Apesar das praias estarem interditadas, muita gente tem frequentado os espaços, especialmente durante os finais de semana. No último domingo (30), o CORREIO registrou a movimentação na orla de Salvador.

De acordo com informações da GM, já foram realizadas mais de 200 operações deste tipo, no total, nas praias da cidade. Mais de 300 pessoas já foram orientadas. "Estamos passando em todas as praias, de São Tomé de Paripe até Praia do Flamengo", informou a assessoria do órgão. Neste domingo, a operação foi batizada de 'Tirao Pé da Areia Reforçada' e contou com 60 guardas civis municipais, com 12 megafones e 12 viaturas.

A força tarefa é composta pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), pela Superintendência de Trânsito do Salvador (Transalvador), pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) e pelo Serviço de Busca e Salvamento da Marinha (Salvamar). O balanço da operação será divulgado ao final do dia.

Nas ações, os agentes informam aos cidadãos sobre o decreto municipal que proíbe o uso das praias e solicita a saída das pessoas.

Orla tem domingo de praias e calçadões cheios e várias pessoas sem máscara

(Foto: Tiago Caldas/Arquivo CORREIO)

A reabertura das praias de Salvador segue sem previsão, mas, segundo o prefeito ACM Neto, a liberação de algumas praias, especialmente para práticas esportivas, é analisada.

"Ainda não há previsão de reabertura. Claro que com essa coisa da queda da taxa de ocupação de UTI a gente começa a enxergar o horizonte. O que me parece mais importante é que haja uma consciência coletiva de que quando as praias forem reabertas, isso não é um convite para aglomerações. Eu vi cenas esse final de semana de praias do Rio de Janeiro que são muito preocupantes.  Aquelas multidões nas praias não podem voltar antes de que tenhamos uma vacina. Se a gente encontrar um meio racional e seguro de uso das praias, elas serão autorizadas, mas o momento ainda não é esse", afirmou Neto na última terça-feira (1º)

O prefeito disse que praias específicas podem ser liberadas para estimular a prática esportiva. "Se contar a orla continental e as ilhas, nós temos 64 KM de extensão de orla. Não é fácil controlar isso. Eu por exemplo acho que a liberação das praias para atividades esportivas, se tiver como fazer o controle, já devia ter acontecido. (...) Talvez o caminho seja abrir algumas praias específicas que tenham essa vocação mais relacionada à prática da atividade eesportiva e fazer o controle nessas praias", disse, afirmando que outros usos não seriam permitidos nesse primeiro momento". "Isso está sendo estudado e deve acontecer em breve", disse, afirmando que tudo vai acontecer "na hora certa". 

(Divulgação/Guarda Municipal)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas