Ação educativa marca início da Parada Sustentável realizada pela Limpurb

salvador
17.09.2021, 18:38:00
Atualizado: 17.09.2021, 18:39:54

Ação educativa marca início da Parada Sustentável realizada pela Limpurb

Roda de conversa na Escola Municipal Alfredo Amorim teve parceria da Secretaria Municipal de Educação e do Parque Social

Nesta sexta-feira (17), a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), em parceira com a Secretaria Municipal de Educação (Smed) e o Parque Social, realizou uma roda de conversa com alunos da Escola Municipal Alfredo Amorim, no Largo do Papagaio, sobre os impactos do descarte irregular de resíduos para a cidade e para o meio ambiente. 

Desde a última quarta-feira (15), um “Peixe Coletor” e “Onda gigante”, com 2,4 m de altura e 3,5 de comprimento, confeccionada a partir do reaproveitamento de cerca de 600 garrafas pet de água mineral, foram disponibilizados para a escola, com o intuito de conscientizar os alunos sobre a importância de recolher o próprio resíduo após o banho de mar. 

Uma atividade lúdica também foi realizada com os alunos com o objetivo de incentivá-los realizar a segregação dos resíduos antes de descartá-los, tomando cuidado para acondicionar corretamente materiais perfurocortantes, evitando desta forma possíveis acidentes durante a coleta. 

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A gestora da escola, Patrícia Barral, aprovou a inciativa e agradeceu a Limpurb pela parceira. “Essa ação é de suma importância para as crianças, trazendo um incentivo a separação e reaproveitamento dos materiais. Eu fico imensamente grata por esse apoio e parceria com a Limpurb nessa iniciativa”, destacou. 

A engenheira ambiental e sanitarista da Limpurb, Rosemary Mascarenhas também participou da roda de conversa e teve a oportunidade de explicar os alunos sobre o quanto o descarte irregular de resíduos pode ser prejudicial para a natureza e para as futuras gerações.

“Esse evento é de extrema importância para que os alunos sejam sensibilizados e informados  sobre a problemática do descarte irregular dos resíduos sólidos, do tempo de decomposição dos materiais e dos impactos causados no ecossistema como um todo. É imprescindível que esses alunos se tornem mais conscientes sobre a importância de construir um dia a dia mais limpo para um futuro sustentável”, pontuou.  

O presidente da Limpurb, Omar Gordilho, afirmou que a iniciativa foi planejada para que os alunos pudessem ter a oportunidade de aprender de forma prática o quanto a ação de cada um pode impactar o meio ambiente. “Em Salvador, coletamos uma média diária de 2.700 toneladas de resíduos e grande parte desse quantitativo é proveniente do descarte irregular por parte da população. Por isso, é importante que eles entendam que atitudes simples como podem manter a nossa cidade limpa e preservar o meio ambiente”, destacou.

A Diretora- Geral do Parque Social, Sandra Paranhos, comentou a relevância da iniciativa, sobretudo no Dia Mundial da Limpeza. “Esta é mais uma ação que o Parque Social participa em prol do meio ambiente. Temos a consciência de que se adotarmos um conjunto de práticas que protejam a natureza conseguiremos evitar danos ao meio ambiente, como a poluição, a degradação das florestas, a extinção de animais e o aquecimento global. Ficamos gratos a Limpurb pela parceria, esse trabalho em conjunto só fortalece o nosso propósito”, pontuou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas