Acidentes deixam três mortos nos dois primeiros dias de Carnaval em Salvador

salvador
24.02.2017, 10:45:00
Atualizado: 24.02.2017, 11:17:43

Acidentes deixam três mortos nos dois primeiros dias de Carnaval em Salvador

Número já supera todo o período de Carnaval do ano passado. Transalvador pediu prudência aos condutores durante a folia

Três pessoas morreram em diferentes acidentes de trânsito ocorridos nos dois primeiros dias de Carnaval em Salvador. Segundo balanço divulgado pela Transalvador, um motociclista colidiu contra um ônibus na Avenida Paralela nas últimas horas desta quinta-feira (23). As duas outras mortes aconteceram na noite de quarta, sendo um atropelamento no bairro do Imbuí e uma colisão sob o Viaduto do Arco, no Barbalho.

A Transalvador lamentou as mortes e alertou sobre os riscos da condução imprudente. De acordo com o superintendente Fabrizzio Müller, o número é “preocupante” e já supera todo o período de Carnaval do ano anterior, quando foi registrada uma morte em Salvador pela mesma razão.

“É prematuro relacionar os acidentes diretamente ao evento ou apontar causas objetivas, mas, em geral, esse tipo de ocorrência, no período de festa, está relacionado à direção após consumo de bebida alcóolica e a velocidades acima do limite da via”, disse, em nota.

Balanço
Durante a segunda noite da operação especial montada pela Transalvador para o Carnaval, 143 veículos foram autuados por estacionamento irregular nas proximidades dos circuitos, sendo realizadas 82 remoções ao pátio do órgão. Foram abordados ainda 212 táxis e 145 ônibus durante fiscalização. Entre as 7h de quinta e as 7h desta sexta foram registrados seis acidentes, causando quatro vítimas, uma delas fatal.

Na blitz de alcoolemia, realizada pelo órgão de trânsito no período, 426 condutores foram abordados, 41 deles notificados com base na Lei Seca (por consumo de até 0,29 mg de sangue por litro de ar expelido), o que motivou 12 remoções de veículos ao pátio e 40 habilitações retidas. A Operação Lei Seca acontece com apoio da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas