ACM Neto ganha no 1° turno com mais do dobro de votos dos adversários

bahia
25.04.2022, 10:47:00
(Divulgação)

ACM Neto ganha no 1° turno com mais do dobro de votos dos adversários

Pesquisa foi divulgada pelo Instituto Paraná, nesta segunda-feira (25)

Se as eleições para governador da Bahia fossem realizadas hoje, ACM Neto (União Brasil) ganharia no 1° turno com mais do dobro de votos dos adversários. A constatação é da pesquisa divulgada pelo Instituto Paraná, nesta segunda-feira (25).

Na pesquisa estimulada, ACM Neto tem 55,4%. Em segundo aparece Jerônimo Rodrigues (PT), com 16,1%; João Roma (PL), com 10,1%; Kleber Rosa (PSol), com 1,2%; e Giovani Damico (PCB), com 0,5%. Brancos e nulos têm 9,5%. Não sabem ou não respondem, 7,2%.

Já na pesquisa espontânea, os eleitores que ainda não sabem dominam: 59%. Neto aparece com 20,9% dos votos. Em seguida, aparece Jerônimo Rodrigues, com 5,8%, seguido de João Roma (3,8%), Rui Costa (2,9%). Brancos e nulos somam 6,7%. Outros candidatos tê, 0,9%.

A pesquisa tem nível de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de
aproximadamente 2,3% para os resultados gerais. O levantamento foi feito com entrevistas pessoais a eleitores com 16 anos ou mais em 80 municípios entre os dias 19 a 24 de abril.

Para o cargo de senador, na pesquisa estimulada, Otto Alencar (PSD) lidera com 32,7% dos votos. João Leão (PP) aparece em segundo, com 15,4%. Raíssa Soares (PL) tem7% e Tâmara Azevedo (PSol), 5,6%. Brancos e nulos somam 22,5%. Não sabem ou não responderam, 16,7%. 

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o n.º BA-06739/2022

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas