Aluno da Ufba morre após ser baleado em assalto na Federação

salvador
10.11.2017, 00:21:00

Aluno da Ufba morre após ser baleado em assalto na Federação

Felipe Doss, 26 anos, era membro do DCE; reitor lamenta crime

O universitário Felipe dos Santos Silva, mais conhecido como Felipe Doss, 26 anos, morreu após ser baleado, possivelmente, durante um assalto na região do Parque São Brás, bairro da Federação, em Salvador. Segundo a Central de Comunicação das Polícias (Cicom), ele deu entrada no Hospital Geral do Estado (HGE) às 22h25, mas, apesar do socorro, não resistiu aos ferimentos.

O reitor da Universidade Federal da Bahia (Ufba), João Carlos Salles, lamentou a morte do aluno da instituição, que era membro do Diretório Central dos Estudantes (DCE). “Querido Felipe Doss, estamos sem palavras, por estarmos agora sem seu riso”, disse o reitor numa rede social, ao postar uma foto de Felipe.

O próprio Salles chegou a explicar a situação, ao ser questionado sobre o motivo de postar a foto. “Foi baleado em um assalto no Parque São Brás, onde residia, e não resistiu”, disse.

Felipe Doss deu entrada no HGE ferido, mas não resistiu (Foto: Reprodução)

Diante da confirmação da morte, muitos colegas de Felipe Doss lamentaram. “Mais que um companheiro, um grande homem que sempre lutou pelas minorias, em defesa da universidade e das LGBT's. Estou sem chão”, comentou um internauta.

“Minhas condolências com a família, amigos e camaradas do Filipe. Força aos companheiros do Quilombo e do DCE, do qual Filipe era um militante aguerrido. Perdemos um dos nossos”, comentou outro colega.

Leia também: Ladrão atirou na cabeça de estudante da Ufba depois que ele correu para não entregar celular​​​​​​​

Em um vídeo publicado em 2015, na página da Ufba no YouTube, Felipe convida os colegas a participar do congresso da instituição. Na época, ele já fazia parte do DCE, principal representação estudantil dentro da universidade.

O Cicom disse não ter mais detalhes sobre o assalto. As informações preliminares dão conta que a comunicação do crime só ocorreu após ele dar entrada no HGE, já baleado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas