Apontado como líder de ataque em Sussuarana é morto em confronto com a polícia

salvador
07.07.2020, 18:58:00
Atualizado: 07.07.2020, 19:53:40
(Foto: SSP/Divulgação)

Apontado como líder de ataque em Sussuarana é morto em confronto com a polícia

Traficante estava escondido no bairro de Tancredo Neves e foi localizado pelo Cipe Polo Industrial

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um criminoso apontado como líder do ataque no Parque Jocélia, em Sussuarana, no dia 30 de junho, foi morto após  troca de tiros com a polícia nesta terça-feira (7). Juan Victor da Silva Ferreira, mais conhecido como "Ruan", foi localizado por equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Polo Industrial (PI) no bairro de Tancredo Neves. Durante o confronto, ele foi ferido e não resistiu.

O caso em Sussuarana aconteceu durante uma briga de duas facções que disputam o controle do tráfico de drogas no Parque Jocélia. Na madrugada de terror do dia 30 de junho, pelo menos 10 carros foram atingidos pelos disparos – em um deles, havia marcas de 15 perfurações. Em duas casas, moradores permaneceram deitados no chão por quase uma hora. No dia 1º de julho, uma Base Móvel da Polícia Militar foi instalada no local.

Durante patrulhamento na região de Tancredo Neves, os PMs da unidade especializada receberam denúncia anônima sobre a localização da quadrilha envolvida no ataque ao Parque Jocélia. Chegando no Loteamento Bela Vista do Arvoredo, o grupo foi avistado. Os militares tentaram efetuar as prisões, mas houve confronto e o criminoso, apontado como líder da quadrilha, terminou ferido.

Ruan foi socorrido para o Hospital Geral Roberto Santos, mas não resistiu. Com ele, foram apreendidos um revólver calibre 38, munições, 66 pinos de cocaína e uma balança. O homem responde vários inquéritos, inclusive por tráfico e homicídio. Os outros integrantes do bando conseguiram escapar.

“Estamos região, desde o dia 1º de julho, reforçando o combate ao tráfico de drogas. Infelizmente, eles decidiram reagir atirando. Continuaremos nessa região por tempo indeterminado”, informou o comandante da Cipe PI, major Moisés Travessa.

Ruan é apontado como líder do ataque ao Parque Jocélia
(Foto: Redes sociais/Reprodução)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas