Após cinco meses, Esquadrão vai voltar a atuar fora da Bahia

e.c. bahia
19.08.2020, 04:59:00
Time de Roger Machado tem dois compromissos fora de casa pelo Brasileirão (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia )

Após cinco meses, Esquadrão vai voltar a atuar fora da Bahia

Bahia fará dois jogos longe de Salvador, contra São Paulo e Ceará

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Nos próximos dias, o elenco do Bahia vai viver uma situação que está pouco acostumado desde que o futebol foi retomado. Depois de 13 jogos seguidos em solo baiano, sendo 12 deles no estádio de Pituaçu, o tricolor agora vai sair para duas partidas fora do estado. Ambas serão pelo Campeonato Brasileiro.

Nesta quinta-feira (20), o Esquadrão inicia o tour longe de casa quando enfrenta o São Paulo, às 20h, no estádio do Morumbi, na capital paulista, pela quarta rodada do Brasileirão. Na sequência, o Bahia encara o Ceará, domingo (23), no mesmo horário, no Castelão, em Fortaleza.

Pode parecer que não, mas tem tempo que o tricolor não sabe o que é fazer uma viagem longa. A última vez que atuou fora do estado foi há cinco meses. No dia 14 de março, o Esquadrão venceu o América-RN, por 2x0, pela primeira fase da Copa do Nordeste. A partida foi realizada na Arena das Dunas, em Natal.

Logo depois da partida, as competições foram paralisadas por conta da pandemia do novo coronavírus. Quando o futebol foi retomado, a Copa do Nordeste escolheu a Bahia como sede única para finalizar o torneio e o clube acabou não saindo de casa.

Para minimizar os riscos de contaminação por covid-19, o Bahia montou uma logística na qual o elenco vai passar boa parte da semana fora. Nesta quarta, a delegação embarca para São Paulo. Já na sexta-feira, o grupo segue para Fortaleza, local da partida contra o Ceará.

Bom retrospecto
Considerando os jogos que fez longe de Salvador, o tricolor pode se gabar de ter um retrospecto quase perfeito. A equipe perdeu apenas um dos 11 duelos fora dos seus domínios. Foi o revés por 1x0, para o River-PI, que eliminou o time na primeira fase da Copa do Brasil. Vale lembrar que o Bahia fez outras três partidas na qual não era o mandante, mas os confrontos com Ceará e Atlético de Alagoinhas, foram disputados em Pituaçu. 

Fora o deslize na Copa do Brasil, a equipe somou três empates e seis triunfos como visitante por Copa do Nordeste, Campeonato Baiano e Copa Sul-Americana. 

Na análise do lateral Juninho Capixaba, no Morumbi o Bahia precisa manter a mesma pegada que apresentou nas vitórias sobre Coritiba e Bragantino. Fazendo valer a força de jogar em Pituaçu, o clube somou seis pontos. Com 100% de aproveitamento, o time inicia a rodada como quarto colocado da Série A.

“A estratégia não pode mudar. A gente tem que continuar o que vem fazendo dentro dos jogos porque está nos ajudando a crescer. Quanto mais a gente manter essa postura dentro de campo, vamos nos comportar bem tanto em casa como fora”, analisou o lateral.

Juninho destaca ainda que esse cenário de pandemia pode trazer benefícios para quem jogar fora. Diante do São Paulo, o Bahia não vai ter a pressão da torcida empurrando os donos da casa.  

"Essa pandemia está nos ajudando fora de casa porque a pressão da torcida empurra o adversário e a gente acaba retrancando um pouco, o que é normal, mas acho que pode ser uma postura muito importante agora", disse ele.

Vencer no Morumbi não vai ser algo inédito. No ano passado, o Esquadrão bateu os paulistas fora de casa por 1x0 em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O Bahia conquistou o mesmo resultado na volta, na Fonte Nova, e avançou às quartas de final da competição.

Esse ano, o São Paulo já amargou duas derrotas em casa. Pelo Paulista, o time de Fernando Diniz foi derrotado pelo Red Bull Bragantino por 3x2, pela fase de grupos. Logo depois, caiu pelo mesmo placar para o Mirassol e acabou eliminado nas quartas de final.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas