App vai permitir que população solicite serviços à prefeitura de Salvador

salvador
16.01.2020, 10:34:00
Atualizado: 16.01.2020, 10:36:36
Ouvidor falou de aplicativo (Secom/PMS)

App vai permitir que população solicite serviços à prefeitura de Salvador

Com aplicativo do Fala Salvador, não será necessário ligar para o 156

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um aplicativo que vai permitir que a população solicite serviços públicos usando o celular está quase pronto. O ouvidor-geral da Prefeitura, Humberto Viana, afirmou durante a Lavagem do Bonfim que o app, batizado de Fala Salvador, está em fase final de desenvolvimento. 

"A gente quer lançar o aplicativo até fevereiro. Através dele, será possível solicitar ações de manutenção da cidade, a exemplo de tapa-buraco, iluminação, poda de árvore, reparo de escadarias, limpeza e capinação, por exemplo", explicou. 

O lançamento será feito em parceria com a Secretaria Municipal de Gestão (Semge) e terá versões para iOS e Android.  "O cidadão vai poder tirar fotos do problema e solicitar o serviço de manutenção. Ele poderá, por exemplo, tirar a foto de um buraco e pedir o reparo via celular, sem precisar ligar para o 156. Será tão fácil de usar quanto o CittaMobi, da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), por exemplo", comparou.

Atualmente, o Fala Salvador atende cerca de três mil pessoas por dia, através do telefone 156. Com o app, as pessoas não precisarão mais fazer a ligação.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas