Arma usada para matar adolescente em Itapuã é de uso restrito da polícia

salvador
25.04.2017, 20:01:00

Arma usada para matar adolescente em Itapuã é de uso restrito da polícia

Principal suspeito, ex-namorado da jovem é filho de PM e está foragido
Andrezza e Adriel 

O tiro que matou a estudante Andrezza Victória Santana Paixão, 15 anos, em Itapuã foi disparado de uma arma calibre 40, de uso restrito das polícias Civil e Militar. Principal suspeito pelo crime, Adriel Montenegro dos Santos, 21 anos, ex-namorado de Andrezza, é filho de um PM e mora com o pai. O suspeito tem mandado de prisão temporária expedido pela Justiça e segue foragido. 

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) esteve na casa de Adriel na última quinta-feira (20) para cumprir um mandado de busca e apreensão. Agora, a polícia investiga se o equipamento de gravação de imagens do sistema de monitoramento da casa foi removido antes do crime, no dia 17 de abril, ou depois. 

Familiares e amigos de Andrezza fizeram nesta terça (25) um protesto em frente à sede do DHPP pedindo mais rapidez na investigação. Policiais do departamento receberam o grupo. 

A polícia pede que quem reconhecer Adriel e tiver informações dele que possam auxiliar também, poderá encaminhá-las pelo Disque Denúncia, no telefone (071) 3235 - 0000. O sigilo é garantido.

Crime
De acordo com as investigações da Polícia Civil, o crime aconteceu na noite desta segunda-feira (17), na Rua do Bispo, em Nova Brasília de Itapuã, e, desde então, Adriel não é visto no bairro. A polícia afirma que eles namoraram por dois anos, mas que Adriel não aceitava o fim do relacionamento. Andreza foi vista com vida pela última vez quando deixou o colégio para ir até a casa do ex-namorado, por volta das 17h30. 

"Eu estava voltando da caminhada que faço diariamente na orla, quando vizinhos meus ligaram avisando. Foi um choque para mim", lembrou Márcio. O pai de Adriel, que é PM, foi quem socorreu Victória depois que ela foi baleada na varanda da casa. Segundo a Polícia Civil, Adriel foi preso em 2014 por porte ilegal de arma. A jovem foi enterrada, sob forte comoção, na tarde desta terça-feira (17), no Cemitério Bosque da Paz. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas