Armação: homem é autuado em flagrante por tentativa de feminicídio contra companheira

salvador
20.07.2020, 12:59:08
Atualizado: 20.07.2020, 17:48:31
Deam (Evandro Veiga/Arquivo CORREIO)

Armação: homem é autuado em flagrante por tentativa de feminicídio contra companheira

Funcionários contaram que, antes de cair do 5º andar de prédio, mulher e companheiro discutiam em apartamento

Um homem foi autuado em flagrante na madrugada desta segunda-feira (20), no bairro de Armação, em Salvador, por tentativa de feminicídio contra a namorada. A mulher, a médica de Sáttia Lorena Aleixo, de 27 anos, caiu do 5º andar do prédio após uma discussão com o companheiro, também médico.

De acordo com informações da Polícia Civil, o suspeito, que não teve o nome divulgado, foi apresentado por policiais militares na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam/Brotas). As circunstâncias do fato estão sendo investigadas pela unidade especializada. 

Os PMs foram chamados ao local para atender a uma ocorrência de uma mulher que havia caído do 5º andar de um prédio. No local, eles encontraram a vítima já recebendo os primeiros atendimentos por parte de uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

À polícia, vizinhos e funcionários do prédio contaram que, antes da queda de Sáttia, ela discutia com o companheiro dentro do apartamento. O suspeito passará por uma audiência de custódia e um juiz vai decidir se ele permanece ou não preso.

A médica foi socorrida em ambulância para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde deu entrada consciente e com fraturas na face. Ela precisou ser entubada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e deve prestar depoimento à polícia assim que estiver em condições.

De acordo com relato de um amigo de infância ao CORREIO, ela também precisou fazer cirurgias porque teria batido o rosto no chão. Ainda segundo a fonte, Sáttia havia apagado as redes sociais durante o atual relacionamento e o último contato que este amigo teve com ela foi em janeiro. "Olha, a gente acha que nunca vai acontecer perto da gente. Ela é moça muito inteligente, só trabalhava em UTI, é difícil imaginar uma situação dessas", disse.

De acordo com o currículo Lattes, Sáttia trabalha como plantonista de clínicas médicas e o vínculo profissional mais recente é com o Hospital Salvador, na Federação.

Doação de sangue

A família iniciou uma campanha para doação de sangue, de qualquer tipo, em nome da médica, que é do grupo sanguíneo O-, tipo raro. As doações podem ser feitas no Hemoba, próximo ao próprio HGE, de segunda a sexta-feira, das 12h30 às 18h30. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas