Arquitetos mostram como reutilizar, na decoração, itens que iriam para o lixo

economia
25.10.2018, 06:00:00

Arquitetos mostram como reutilizar, na decoração, itens que iriam para o lixo

Tubos, tábuas, blocos e até panos de chão são opções para decoração criativa

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma das peças mais exploradas pelos profissionais da mostra foram as luminárias. Nesta, a fiação passa por dentro do tubo PVC, que pode ser estilizado com qualquer cor.

Sabe aquele item doméstico que está sem uso há anos, correndo o risco de parar na lixeira durante a próxima faxina? Se você observá-lo por um ângulo criativo, ele pode se tornar uma bela peça de decoração. Duvida?  Na mostra Morar Mais Por Menos, que acontece até 25 de novembro na Hora da Criança, Rio Vermelho, não faltou criatividade aos 58 arquitetos participantes. E as luminárias feitas de tubo PVC, prateleiras de caixotes e puffs com baldes de tinta despertam a atenção dos visitantes, mostrando que nada de se descarta, já que tudo pode se transformar.

Alguns exemplos dessa filosofia podem ser encontrados no ‘Corredor das Ideias’, que foi projetado por  Tatiana Diniz, Rita Fraga e Ieda Ventura. O espaço, que antes era um vão vazio, ganhou cores e formas criadas com materiais recicláveis, a exemplo do lustre feito em tubo PVC. O revestimento de parede foi feito com telha de aço galvanizado e a estante montada com ferragens de vigas. “Por ser um desafio do Morar Mais Por Menos, busquei trazer para o meu projeto peças produzidas de itens presentes na construção civil de forma criativa, e isso tem atraído a atenção pois o trabalho de cores agrega características modernas, funcionais e totalmente acessíveis”, explica Rita Fraga. 


A presença de materiais comuns nos canteiros de obra também pode ser encontrada no Laboratório de Criação Qualité Eventos, cujo projeto é de autoria de Ana Sampaio. Lá, o jardim vertical montado com blocos de concreto preenchidos por plantas artificiais impressiona a quem entra no ambiente.

O cabideiro de parede feito com madeiras  de restos de construção foi fixado em formato de árvore e ornada com leds. Peça é prática e barata.

Luz Criativa
Apesar da pluralidade de peças decorativas criadas usando a liberdade da imaginação, nenhum outro teve uma variação tão grande de formas como as luminárias. E entre as mais comentadas está a iluminação indireta feita com ralos, no Banheiro Unissex, proposto pelas arquitetas Michele Barro e Silvana Sanches. Além da iluminação cênica proporcionada pela lâmpada embutida na parede e coberta pelo ralo metálico, as arquitetas apontam que a estrutura reduz o calor emitido pela lâmpada. 

O espaço da cozinha, projetado pela Brima Arquitetura, também caprichou na criatividade da iluminação. Os pendentes reutilizaram itens próprios de um espaço de criações culinárias. Sobre a bancada, os pendentes foram feitos com raladores de metal com tons de cobre, que ressaltam a luz amarela; e luzes de led foram instaladas em xícaras fixadas no teto, que trazem um aspecto bem inusitado para o ambiente, reforçando a proposta.

A matéria-prima para o enxoval da suíte do artista, foi o saco de linhagem (pano de chão), comprado em sinaleiras. Ao contrário do que se pensa, a textura do tecido é muito confortável.

Dicas 

Prateleiras Com pallets ou caixotes de madeira,que são  facilmente encontrados em feiras, é possível montar bonitas prateleiras de parede. É uma boa opção lixar a madeira antes da montagem como forma de remover as marcas de uso.

Envelopamento Quem disse que é necessário trocar aquele eletro que ainda funciona perfeitamente, mas está com a aparência desgastada? O envelopamento com adesivos é uma ótima alternativa para dar uma nova vida ao apare-
lho. As opções são variadas, é só pesquisar.

Iluminação Fazer luminárias e pendentes com material reutilizado é uma das estratégias mais vistas no Morar Mais Por Menos, as ideias vão do abajur com garrafa até um lustre com tubos de cobre para ar-condicionado.

A Brima Arquitetura utilizou raladores de alimentos como pendentes sobre a bancada da cozinha. A luz amarela combina com a pintura em cobre.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas