Aulas voltam em julho e data será divulgada nesta terça, diz Rui

coronavírus
13.07.2021, 10:47:45
Atualizado: 13.07.2021, 11:23:40
(Wendel de Novais/CORREIO)

Aulas voltam em julho e data será divulgada nesta terça, diz Rui

Segundo governador, haverá uma reunião com secretários para definir a data

Depois de dizer que o retorno às aulas seria anunciado na próxima quarta-feira (15) caso os índices da covid-19 no estado não apresentassem um crescimento, o governador Rui Costa afirmou em entrevista coletiva que vai antecipar o anúncio e que a informação do dia de volta, que acontecerá ainda em julho, será divulgada ainda nesta terça-feira (13). Isso porque, ao observar os números no estado, o governo notou uma queda ainda maior nos números do vírus em território baiano. Nesta segunda-feira, a Bahia amanheceu com 62% de ocupação dos leitos de UTI, menor taxa desde março. 

"Hoje ainda vamos anunciar a data de retorno às aulas que será necessariamente agora em julho. Isso será divulgado à tarde, após uma reunião com as secretarias de educação e saúde para fixar o dia", afirmou.

Rui fez questão de ressaltar que, em um primeiro momento, as aulas voltarão ainda em esquema híbrido, o que pode mudar com o tempo caso os índices da covid-19 continuem caindo.

"Uma volta que vai acontecer em formato híbrido. Com metade da turma segunda, quarta e sexta e a outra metade terça, quinta e sábado. Isso até os números caírem ainda mais. Assim que caírem mais, vamos retornar de forma integral",

Encosta na Cidade Nova
O governador deu estas declarações durante  a entrega de uma obra de contenção de encosta no bairro da Cidade Nova, em Salvador. Uma intervenção que beneficia cerca de dois mil moradores que das redondezas da Rua Quinta dos Lázaros. Sobre a obra, Rui afirmou que a conclusão entrega mais tranquilidade para quem vive preocupado com risco de deslizamento, ainda mais em épocas chuvosas como a atual.

"Esse é o maior programa de entrega de encostas na história da Bahia e vamos seguir com isso para tirar da pauta de vocês da imprensa desastres de desabamento e vamos continuar assim para garantir que mais pessoas se sintam protegidas", declarou Rui.

Para construir a contenção, o governo investiu R$ 1,1 milhão, em um painel com solo grampeado e cortina atirantada com revestimento em concreto projetado em 1.677,46 metros quadrados. Além disso, houve a implantação de dispositivos de drenagem.

A obra é uma iniciativa que integra o Programa Estadual de Prevenção de Desastres Naturais, em execução pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), vinculada à secretaria estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur). 

*sob supervisão da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas