Aumenta para 5 o número de suspeitos de falsos médicos em Cruz das Almas

bahia
15.09.2021, 17:35:01
Atualizado: 15.09.2021, 17:40:30
(Shutterstock)

Aumenta para 5 o número de suspeitos de falsos médicos em Cruz das Almas

Secretaria da saúde reforça tese de quadrilha na região

O número de suspeitos de falsos médicos no município de Cruz das Almas, no Recôncavo da Bahia, aumenta para cinco, nesta quarta-feira (15). A Secretaria da saúde da cidade identificou mais dois casos: dos médicos Cristiano Andrade Rocha e Bruno Almeida B. Machado. Foi constatado que eles nunca passaram pelas Unidades de Cruz das Almas, no entanto, constam registros com nome e CRM deles nas unidades de saúde.

A Secretaria voltou a afirmar em um possível esquema de quadrilha. "Diante da gravidade da situação, onde tudo aponta para uma quadrilha que vinha atuando desde o ano passado, a Secretaria de Saúde já noticiou a atuação irregular dos "médicos" à Polícia Civil, a Polícia Federal, ao Ministério Público Estadual e Federal, para que procedam as investigações", informa a secretaria, por nota oficial. 

A suposta quadrilha atuou não só em Cruz das Almas, mas em vários municípios da região. Em pelo menos um dos casos, já se tem a informação de que o falso médico atuou nas cidades de São Gonçalo dos Campos, Santo Antônio de Jesus, Muritiba, Nilo Peçanha, Ubaíra, Amargosa, Laje e Jequiriçá. 

A pasta ainda ressalta que preza "pela segurança e a qualidade dos serviços de Saúde oferecidos à população" e que "já adotou medidas rigorosas para admissão de qualquer profissional médico em suas Unidades de Saúde". 

Desde a primeira denúncia de uma suposta médica falsa que atuava no município, a Secretaria montou uma força-tarefa para verificar a identidade de todos os médicos que passaram pela Unidade Covid-19 e Unidade de Pronto Atendimento (Upa) desde o ano 2020. Os casos anteriores se referem às médicas Alana Ferreira e Nara Djane, e do médico Diego Araújo Paternostro, que tiveram seus registros profissionais utilizados por terceiros.

*Sob orientação da subeditora Fernanda Varela

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas