Auxílio de R$ 270 a trabalhadores informais começará a ser pago na semana que vem

coronavírus
26.06.2020, 18:42:00
Atualizado: 26.06.2020, 18:42:45
(Foto: Divulgação)

Auxílio de R$ 270 a trabalhadores informais começará a ser pago na semana que vem

Programa Salvador por Todos teve extensão sancionada pelo prefeito ACM Neto

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A nova etapa do programa Salvador por Todos começará a ser paga na semana que vem. Nesta sexta-feira (26), a extensão foi sancionada pelo prefeito ACM Neto, após aprovação da Câmara de Vereadores. O cronograma está sendo elaborado pela Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) e as instituições bancárias (Caixa Econômica Federal e Bradesco) e esta em fase de detalhamento.

A principal meta da iniciativa é garantir um auxílio de R$ 270 a trabalhadores informais e individuais cadastrados na Prefeitura. Inicialmente, a medida estava prevista para durar três meses, mas foi estendida por mais um mês. De acordo com o texto, esse prazo pode se prolongar, no total, por até três meses, a depender da evolução da covid-19 em Salvador.

Já foram beneficiados pelo programa mais de 36 mil trabalhadores cadastrados na Prefeitura até o dia 20 de março. O auxílio é concedido a baianas de acarajé, ambulantes, feirantes, camelôs, barraqueiros, baleiros, guardadores de carro, recicladores, taxistas, motoristas de aplicativos e mototaxistas – no caso dos três últimos, com idade superior a 60 anos -, categorias amplamente afetadas pelas medidas de isolamento social.

Pessoas em situação de extrema pobreza e idosos inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), mototaxistas e guias e monitores de turismo em situação de vulnerabilidade social também recebem cestas básicas. Até o momento, já foram investidos R$ 24,5 milhões no programa, com recursos próprios do município.

Durante os três primeiros meses de concessão, 70% dos trabalhadores informais que têm direito ao benefício fizeram o saque. Para quem recebe através da Caixa Econômica Federal, o auxílio fica disponível por 90 dias. Já para quem saca no Bradesco, o prazo é de 30 a 45 dias. Todo o calendário foi elaborado com o intuito de evitar aglomerações.

O cidadão que quiser saber se está cadastrado no benefício deve acessar o site www.salvadorportodos.salvador.ba.gov.br e digitar o CPF ou Número de Identificação Social (NIS). Na página, é possível verificar se a pessoa possui o direito a receber e quando poderá fazer a retirada.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas