Bahia bate de novo o São Paulo e vai às quartas da Copa do Brasil

e.c. bahia
29.05.2019, 23:15:00
Gilberto é marcado por Arboleda em lance na Fonte Nova (Betto Jr. / CORREIO)

Bahia bate de novo o São Paulo e vai às quartas da Copa do Brasil

Adversário será decidido em sorteio e duelos serão após a Copa América

O Bahia está lá bonito, tranquilo nas quartas de final da Copa do Brasil, pelo segundo ano seguido. Nesta quarta-feira (29), o Esquadrão, que já havia vencido o jogo de ida por 1x0, no Morumbi, repetiu o placar na Fonte Nova e eliminou o São Paulo nas oitavas de final da competição.

O tricolor baiano foi soberano: com marcação cerrada, tomou poucos sustos e marcou o gol com Ernando, aos 8 minutos do 2º tempo.

O adversário das quartas só será definido em sorteio após a realização de todas as partidas das oitavas de final – a última é no dia 6 de junho.

As partidas só acontecerão após o intervalo para a Copa América. A previsão é para os dias 10 e 17 de julho.

O jogo
O modo ‘copeiro’ do Bahia de Roger Machado apareceu no primeiro tempo. Mais uma vez com três volantes contra o tricolor paulista, o Esquadrão trancou o meio-campo e não deixou o adversário jogar.

Para que a estratégia desse mais certo, faltou um pouco de capricho na hora de encaixar os contra-ataques. Quando roubava a bola, o jogador do Bahia partia sem apoio, sozinho.

Aos 21 minutos, por exemplo, Gilberto roubou a bola no meio e deixou Arboleda para trás na velocidade. Quando chegou à área, foi bloqueado por Hernanes, que recuperou bem.

O São Paulo só assustou uma vez – e que susto. Aos 35, a bola sobrou para Helinho na entrada da área e ele chutou no travessão.

Na afobação de buscar o resultado, o São Paulo abandonou o que tinha de cautela e colocou o time no campo de ataque na etapa final.

Era tudo o que o Esquadrão queria. Em cinco minutos o Bahia teve a chance de puxar dois contra-ataques: no primeiro Gilberto passou para Artur impedido e no segundo Artur segurou demais a bola.

No terceiro foi sem perdão. Aos 8 minutos, Artur puxou o contra-ataque seguido de perto por um companheiro improvável: Ernando. Na cara de Volpi, o zagueiro deu um toque de classe para marcar.

Apesar da posse de bola nos minutos finais, o São Paulo, bem marcado, não criou perigo algum – só em cobranças de falta. A situação ficou mais tranquila para o Bahia após a expulsão do zagueiro Arboleda já aos 40 da etapa final, por fazer falta em Fernandão.

Bahia 1x0 São Paulo

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Gregore, Elton e Douglas Augusto (Flávio); Élber (Arthur Caíke), Gilberto (Fernandão) e Artur. Técnico: Roger Machado

São Paulo: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Hudson (Igor Gomes), Tchê Tchê e Hernanes; Helinho (Nenê), Toró e Everton (Alexandre Pato). Técnico: Cuca

Gol: Ernando, aos 8 minutos do 2º tempo

Estádio: Arena Fonte Nova
Cartões amarelos: Douglas Augusto (Bahia); Reinaldo, Igor Vinícius, Hudson e Bruno Alves (São Paulo)
Cartão vermelho: Arboleda
Público: 36.393 torcedores
Renda: R$ 995.799,00
Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Luiz Claudio Regazone e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (trio do RJ)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas