Bahia encara o Red Bull Bragantino no retorno à Fonte Nova

e.c. bahia
18.09.2021, 05:00:00
Bahia conta com os gols do colombiano Hugo Rodallega para vencer o Bragantino, na Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Bahia encara o Red Bull Bragantino no retorno à Fonte Nova

Tricolor entra em campo neste sábado (18), às 21h, pelo Brasileirão

O Bahia está em casa outra vez, depois de sete meses. Neste sábado (18), o tricolor vai jogar na Fonte Nova pela primeira vez na temporada. Recebe o Red Bull Bragantino às 21h, pela 21ª rodada da Série A. 

O retorno à Fonte acontece após a desativação do hospital de campanha montado para atender vítimas da covid-19 e chega em boa hora para o clube, que está em crise no Brasileirão e precisa se fazer forte em casa para se distanciar da zona de rebaixamento. 

A última partida na Fonte Nova foi no dia 25 de fevereiro, com vitória tricolor de 2x0 sobre o Santos. Apesar de ter sido disputada neste ano, a partida foi válida pela última rodada do Brasileirão 2020, que invadiu 2021 por causa dos jogos adiados em função da pandemia.

O Esquadrão inicia a rodada na 15ª colocação, a um ponto do Z4. Por isso, vencer o Bragantino é fundamental para as pretensões da equipe. “A Fonte Nova é a nossa casa. Desde que cheguei ao Bahia vejo ela como casa”, disse o atacante Gilberto.

O camisa 9, aliás, é uma das esperanças do time. No primeiro turno, o centroavante teve atuação de gala contra o clube paulista e marcou dois gols no empate por 3x3 fora de casa. Gilberto vai ter a companhia do colombiano Hugo Rodallega mais uma vez, assim como foi na rodada anterior, no 0x0 com o Santos. 

“Nosso grupo tem excelentes jogadores. A chegada do Hugo traz um poder ainda maior e ficamos felizes por ter pessoas assim. Precisamos decidir os jogos, estar sempre marcando, e jogadores com esse nível de poder ajudam o clube a crescer”, comentou Gilberto. 

Por outro lado, o Bahia tem dois desfalques importantes. Enquanto no ataque Rossi segue machucado, na defesa Germán Conti cumpre suspensão e não joga. No setor, Diego Dabove tem as opções de Lucas Fonseca, Gustavo Henrique e Ligger. A tendência é que Gustavo leve a melhor e seja o parceiro de Luiz Otávio. 

No empate contra o Santos, Dabove surpreendeu e escalou quatro atacantes. O treinador só vai divulgar a escalação minutos antes do início do jogo, mas outra mudança esperada é o retorno de Matheus Teixeira ao gol após cumprir suspensão - com isso, Claus vai para o banco. 

Do outro lado, o Bragantino também tem desfalques. O meia Praxedes e o atacante Artur estão suspensos. O volante Lucas Evangelista está machucado e o zagueiro Fabrício Bruno foi liberado para acompanhar o nascimento da filha. Por causa da partida pela semifinal da Sul-Americana na quarta-feira (22), contra o Libertad, o time paulista não descarta poupar atletas diante do Bahia. O Bragantino é o 5º colocado do Brasileirão, com 32 pontos.

Primeira vez na Fonte
Com o retorno do Bahia à Fonte Nova, muitos jogadores que chegaram ao clube neste ano vão pisar pela primeira vez no estádio. Fazem parte do grupo atletas como Rodallega, Lucas Araújo, Oscar Ruiz e o próprio técnico Diego Dabove. 

Apesar de ter estreado pelo tricolor no empate com o Santos, o argentino Eugenio Isnaldo não se enquadra no perfil. Ele jogou na Fonte quando defendia o Defensa y Justicia e encarou o Bahia pelas quartas de final da Copa Sul-Americana do ano passado. 

Prováveis escalações: 

Bahia: Matheus Teixeira, Nino Paraíba, Gustavo Henrique (Lucas Fonseca), Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Lucas Araújo e Lucas Mugni; Oscar Ruiz, Rodallega, Gilberto e Isnaldo. Técnico: Diego Dabove.

Red Bull Bragantino: Cleiton, Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Edimar; Emiliano Martínez, Eric Ramires e Vitinho; Helinho, Cuello e Gabriel Novaes. Técnico: Maurício Barbieri.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas