Bahia estreia novo treinador contra Flu em coincidência com time campeão brasileiro

e.c. bahia
30.08.2021, 05:00:00
Argentino Diego Dabove foi o escolhido para comandar guinada do Bahia no Campeonato Brasileiro (Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia)

Bahia estreia novo treinador contra Flu em coincidência com time campeão brasileiro

Com argentino Dabove no banco, tricolor tenta encerrar jejum de sete jogos nesta segunda (30), no Maracanã

Apesar de estar localizado no Rio de Janeiro, o estádio do Maracanã está marcado na história do Bahia. Foi no Maraca que o tricolor bateu o Santos de Pelé, por 3x1, para conquistar a Taça Brasil e bordar a primeira estrela no peito. É também no mítico estádio que o Esquadrão, agora em situação muito diferente, busca uma reação no Campeonato Brasileiro. Visita o Fluminense nesta segunda-feira (30), às 19h, pela 18ª rodada. Uma coincidência une as duas épocas.

Assim como em março de 1960, quando surpreendeu o Santos no terceiro e último jogo da final da Taça Brasil, a principal novidade do Bahia será um argentino na beira do campo. Substituto de Dado Cavalcanti, Diego Dabove estreia no comando. O argentino tenta seguir os passos do compatriota Carlos Volante, que há 61 anos também estreou no Maracanã e garantiu um dos títulos mais importantes da história do clube. 

Fluminense x Bahia: onde assistir, horário, escalações e arbitragem

A missão de Diego Dabove é bem mais modesta do que o feito realizado por Carlos Volante, mas de fundamental importância para as pretensões do Esquadrão na temporada. Sem vencer pelo torneio há sete jogos, ao Bahia só a vitória importa. O duelo contra o Fluminense é um confronto direto nas últimas colocações do Brasileirão. 

Depois de queimar a gordura que conseguiu no início do torneio, o Bahia nunca esteve tão próximo da zona de rebaixamento como agora. Com 18 pontos, é o 15° colocado e tem a mesma pontuação do próprio Fluminense e do América-MG, primeiro time dentro da zona de rebaixamento. Por isso, se for derrotado hoje, será ultrapassado pela equipe carioca e ficará a uma casa do Z4. 

“A gente sabe que o Bahia não merece estar nessa parte da tabela. Estamos entregando 100% nos treinos para chegar na melhor forma no jogo. Acredito que vamos sair. Hoje temos que mostrar outro caráter, outra forma de jogar. Estou muito confiante de que o Bahia vai sair dessa posição e daqui a pouco vamos estar no lugar que nós merecemos”, afirmou o zagueiro Conti.

Ainda conhecendo o elenco, Diego Dabove teve praticamente uma semana para preparar o time que vai tentar encerrar o jejum. Apesar do curto tempo, ele projeta mudanças. A principal delas deve acontecer no meio-campo. Titular contra o Grêmio, Raniele deixa a equipe. A tendência é voltar a jogar no esquema com três atacantes. 

Além disso, o treinador ganha o reforço de Juninho Capixaba. O lateral esquerdo vinha sendo titular com Dado nas partidas mais recentes e foi desfalque na rodada anterior por questões contratuais. Capixaba disputa posição com Matheus Bahia, que iniciou a temporada como dono da posição.  A escalação só vai ser divulgada minutos antes do jogo. 

“Eu acho que estamos em um momento que precisamos de todos. Ele (Dabove) vai escolher os jogadores que ele acha que são melhores para a equipe, colocando as suas ideias para que o time volte a ganhar. O grupo está muito bem, muito forte. Vamos trabalhar para isso, com as ideias do Diego. Não é conversar muito nesse momento, mas trabalhar e focar no jogo”, finalizou Conti.

Veja as prováveis escalações: 

Fluminense: Marcos Felipe, Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro e Egídio; André, Martinelli e Yago; Gabriel Teixeira, Fred e Lucca. Técnico: Marcão

Bahia: Matheus Teixeira, Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Patrick, Mugni e Daniel; Rossi, Gilberto e Rodriguinho. Técnico: Diego Dabove

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas