Bahia irá receber 18 pacientes de covid-19 vindos de Manaus, diz Rui Costa

coronavírus
19.01.2021, 08:20:43
Atualizado: 19.01.2021, 08:56:43
(Foto: Arisson Marinho / CORREIO)

Bahia irá receber 18 pacientes de covid-19 vindos de Manaus, diz Rui Costa

Governador também elogiou Venezuela, que enviou cilindros de oxigênio para o Amazonas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Com a crise de saúde no Amazonas provocada pela falta de cilindros de oxigênio, alguns pacientes de covid-19 do estado nortista serão enviados para outras unidades da nação. A Bahia irá receber e tratar 18 desses enfermos.

O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa em discurso durante evento para celebrar as primeiras pessoas vacinadas contra o coronavírus em Salvador. "Não iremos oferecer apenas o oxigêncio, mas toda a nossa estrutura, como leitos para atender essas pessoas", informou o governante.

Tudo sobre o primeiro dia de vacinação em Salvador:

Primeiros baianos são vacinados contra covid-19 em Salvador

Guia de vacinação: O que você precisa saber antes de tomar as doses contra a covid-19

FOTOS: veja como foi o início da vacinação contra covid-19 em Salvador

Na visão do governador, a situação vivida no estado do Norte não é sinal apenas da falta de logística e apoio do governo federal, mas também da postura de uma minoria que não deseja o fechamento do comércio e outras atividades.

"O governador de lá, vendo como estava a curva de contaminação, tentou fazer um lockdown. Parte da população se revoltou e começou a protestar, a não seguir as orientações. O resultado está aí", analisou Rui.

O governador também fez questão de elogiar a Venezuela, que enviou cilindros de oxigênio para ajudar o Amazonas. "Acima das diferenças ideológicas e políticas, nós somos seres humanos e é importante que a gente nunca esqueça disso. Portanto, acho sim, que precisamos agraceder sempre que a gente presencia solidariedade humana", pregou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas