Bahia leva gol no fim e perde para o Sport, em Pituaçu

e.c. bahia
01.08.2021, 20:11:00
Atualizado: 01.08.2021, 20:16:11
Gilberto perdeu boas chances e não conseguiu encerrar o jejum de gols (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Bahia leva gol no fim e perde para o Sport, em Pituaçu

Tricolor chegou a cinco jogos sem vencer na temporada e ampliou crise

No clássico dos desesperados, Bahia ampliou a crise que vive na temporada. Na noite deste domingo (1º), o tricolor caiu diante do Sport por 1x0, em Pituaçu, e completou a quinta derrota seguida entre Brasileirão e Copa do Brasil.

O resultado aumentou a pressão para o tricolor. Além da sequência negativa, o time não marca gols há cinco jogos e abusou de perder chances no duelo contra o time pernambucano. O Bahia segue estacionado nos 17 pontos e caiu para a 10ª colocação da Série A.

Já o rubro-negro conseguiu boa recuperação. O Sport chegou aos 14 pontos e subiu para o 15º lugar, a dois do São Paulo, primeira equipe dentro do Z4.  

O Bahia agora vai mudar a chave e ficar na Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (4), o tricolor recebe o Atlético-MG, pelo jogo de volta das oitavas de final.

EQUILIBRADO
Precisando vencer para aliviar a pressão, o Bahia iniciou a partida com marcação alta, pressionando a defesa do Sport. O tricolor não precisou de muito tempo para criar as primeiras chances. Aos dois minutos, Gilberto já tinha desperdiçado uma cabeçada e um chute de dentro da área.

Aos poucos, o Sport começou a se soltar e passou a marcar presença no campo de ataque. Na deixada de Thiago Lopes, André chutou forte e por muito pouco não abriu o placar. Na sequência foi a vez de Zé Welison arriscar de longe e obrigar Danilo Fernandes a fazer a defesa.

Ainda no primeiro tempo Dado Cavalcanti precisou fazer a primeira mudança. Machucado, Jonas deixou o campo para a entrada de Galdezani. Mas quem quase chegou ao gol foi o time pernambucano.

Aos 29 minutos, Paulinho Moccelin fez boa jogada, se livrou de Luiz Otávio e soltou a bomba. A bola passou por Danilo Fernandes, mas explodiu na trave. Para a sorte do tricolor, que seguiu fazendo um duelo equilibrado.

Antes do fim do primeiro tempo o Bahia teve a chance de ouro para abrir o placar. O chute despretensioso de Patrick passou por toda defesa pernambucana e encontrou Gilberto. Livre, o camisa 9 chutou cruzado, mas a bola desviou em Mailson e foi para fora. Mais uma chance incrível perdida pelo Esquadrão.

GOLPE NO FIM
O Bahia voltou para o segundo tempo com o mesmo time e logo nos primeiros minutos levou um susto quando o Sport puxou contra-ataque e desenhou boa jogada, mas Thiago Lopes se atrapalhou dentro da área e Matheus Bahia conseguiu cortar.

Depois do lance de perigo do rubro-negro, o tricolor se lançou ao ataque, mas faltou pontaria ao Esquadrão. Rossi recebeu livre de Luiz Otávio, mas tentou mandar no contrapé de Mailson e perdeu uma boa oportunidade.

Já na bola desviada após o escanteio, o zagueiro Conti surgiu livre na pequena área, mas conseguiu mandar por cima do gol.

Em busca do tento, Dado deixou o time mais ofensivo ao sacar o volante Patrick para colocar o atacante Maycon Douglas em campo. O Bahia seguiu pressionando, mas nada de balançar as redes.

Dado Cavalcanti então partiu para a cartada final com as entradas do paraguaio Ruiz e do garoto Ronaldo. Aí o gol saiu, mas do outro lado.

Aos 43 minutos, Mikael recebeu cruzamento livre e de cabeça mandou para as redes, decretando o triunfo do Sport por 1x0, em Pituaçu.

FICHA TÉCNICA

Bahia 0x1 Sport (Campeonato Brasileiro - 14ª rodada)
Local: Pituaçu
Gols: Mikael, aos 43 minutos do 2º tempo
Cartão amarelo: Patrick e Rossi (Bahia); Mikael, Juba e Tréllez (Sport)
Arbitragem: Jefferson Ferreira de Moraes, auxiliado por Cristhian Passos Sorence e Leone Carvalho Rocha (trio de Goiás)

Bahia: Danilo Fernandes, Nino Paraíba, Germán Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Jonas (Galdezani), Patrick (Maycon Douglas) e Daniel; Rossi (Ruiz), Gilberto e Rodriguinho (Ronaldo). Técnico: Dado Cavalcanti.

Sport: Mailson, Hayner, Rafael Thyere, Sabino e Chico; Ronaldo, Zé Welison e Thiago Lopes (Juba); Paulinho Moccelin, André (Mikael) e Everaldo (Tréllez). Técnico: Umberto Louzer. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas