Bahia quis fazer troca do Fazendão por Pituaçu

bate-pronto
03.02.2020, 06:00:00
Atualizado: 03.02.2020, 14:56:09

Bahia quis fazer troca do Fazendão por Pituaçu

Por Editoria de Esporte

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois de mudar para a Cidade Tricolor, o Bahia está à espera de propostas de compra do Fazendão, localizado em Itinga. A novidade é que, nos últimos dias, o tricolor fez uma consulta informal ao governo do estado sobre uma possível troca entre o terreno do antigo CT e o estádio de Pituaçu. Mas o governo não demonstrou interesse na área do Fazendão e a conversa parou por aí. Pituaçu tem sido uma espécie de elefante branco desde a inauguração da Arena Fonte Nova, em 2013, e o estado não descarta repassar a administração do estádio para a iniciativa privada. O Bahia, inclusive, começou o ano jogando em Pituaçu, em função da realização de eventos e shows musicais na Fonte. A primeira partida da equipe na Arena em 2020 será o clássico Ba-Vi, no sábado (8), pela Copa do Nordeste.

Fazendão custa R$ 80 mil/mês

Por falar em propostas pelo Fazendão, o Bahia tem tido um custo alto para manter o equipamento enquanto não vende o terreno do antigo CT. O Esquadrão desembolsa mensalmente R$ 80 mil com a manutenção do espaço. O tricolor contratou um perito em imóveis para avaliar o valor do terreno do Fazendão e tem recebido propostas pela área. As ofertas vão ser avaliadas em conjunto com os conselhos Deliberativo e Fiscal do clube.

Bahia de olho em Cajazeiras

De olho na formação de atletas, o Bahia também fez contato com o governo do estado para utilizar o ginásio de Cajazeiras e o Centro Pan-Americano de Judô, este em Lauro de Freitas, como polos de iniciação ao futebol. A ideia do Esquadrão é instalar nesses equipamentos escolinhas de futsal, já que o Bahia conta com equipes na modalidade. Os times de futsal fazem parte do projeto Talentos de Aço, lançado pelo clube no ano passado.

Comitiva da Fifa vistoria o Brasil

Uma comitiva da Fifa chega nesta segunda-feira (3) ao Brasil como parte do processo de inspeção para a escolha da sede da próxima Copa do Mundo feminina, que será disputada em 2023. O grupo, que ficará no país até quinta-feira, visitará a sede da CBF, no Rio, e outros locais não revelados. O Brasil concorre com Colômbia, que foi vistoriada na semana passada, Nova Zelândia e Japão. A sede da Copa 2023 será decidida em junho, durante o Congresso da Fifa.

Promoção do Sou Mais Vitória não empolgou o torcedor rubro-negro

A promoção do Vitória com até 50% de desconto nas mensalidades dos planos de sócios terminou neste domingo (2). Os números foram abaixo dos esperados pela diretoria rubro-negra: pouco mais de 2 mil novos sócios foram alcançados. A quantidade cresceu de 11.088, no início da promoção, no dia 18 de janeiro, para os 13.141 computados até 21h de ontem, quando o CORREIO checou o contador do site oficial. Longe dos 30 mil que o clube pretendia alcançar.

Mano Brown no jogo do Jacuipense

Vocalista da banda Racionais MC’s, Mano Brown esteve em Riachão do Jacuípe na última quarta-feira e aproveitou a passagem pela cidade para acompanhar o empate de 1x1 entre Jacuipense e Doce Mel no estádio Valfredão, pelo Campeonato Baiano. Após o jogo, Mano Brown ainda tirou foto com o meia Rafael Bastos. A mãe do rapper paulista nasceu em Riachão do Jacuípe e ele tem familiares na cidade.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas