Bahia recebe a lanterna Chapecoense e busca se distanciar da zona

e.c. bahia
24.10.2021, 05:00:00
Bahia de Daniel recebe a Chapecoense e precisa vencer para ter tranquilidade no Brasileirão (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Bahia recebe a lanterna Chapecoense e busca se distanciar da zona

Tricolor entra em campo neste domingo (24), às 20h30, na Fonte Nova

Em ritmo de confrontos diretos no Campeonato Brasileiro, o Bahia tem mais um compromisso importante na Série A. Neste domingo, o tricolor encara a Chapecoense, às 20h30, na Arena Fonte Nova. Será o segundo duelo do Esquadrão com a presença do público em 2021, e o triunfo tem peso importante na busca por reação no torneio. 

O time baiano inicia a rodada na 16ª colocação, empatado em número de pontos com o Juventude, primeiro time dentro da zona de rebaixamento. As duas equipes somam 28 pontos, mas o tricolor leva vantagem sobre os gaúchos no número de vitórias. Por isso, vencer a Chapecoense é mais do que necessário nesse momento da competição. 

Além disso, o cenário se mostra favorável ao time azul, vermelho e branco. A Chape é a lanterna do campeonato, com apenas 13 pontos, a metade do que tem o Grêmio, vice-lanterna e com dois jogos a menos do que a equipe catarinense. O clube de Chapecó venceu somente um dos 27 confrontos que fez na Série A. Com todo esse contexto, o elenco tricolor sabe que não pode nem sonhar em perder pontos dentro de casa. 

“O importante não é pensar na Chapecoense, mas no nosso time. A gente enfrentou o Athletico Paranaense, o Palmeiras e o América Mineiro e entrou com a mesma mentalidade, é isso que temos que fazer. Claro que a gente estuda o adversário, mas temos que jogar com a mesma mentalidade dos outros jogos”, analisou o volante Patrick. 

No primeiro turno, o Esquadrão venceu o alviverde fora de casa. Gilberto e Rodriguinho anotaram os gols do triunfo por 2x0, na Arena Condá. Em Salvador, o último encontro entre as equipes foi na temporada 2019. Os times empataram por 1x1, na Fonte Nova. Naquele ano, a Chape acabou rebaixada para a Série B do Brasileirão.
  
Vai mudar

Para concretizar a conquista dos três pontos, o técnico Guto Ferreira vai ser obrigado a mudar o time. O meia Lucas Mugni, peça importante pelo lado esquerdo do meio-campo, recebeu o terceiro cartão amarelo e é o grande desfalque para o duelo. Será a primeira vez que o argentino ficará fora da equipe titular desde que ele chegou ao Bahia. 

Como opções para a posição, Guto tem à disposição os volantes Raniele, Luizão, Edson e Jonas, além do meia Rodriguinho. O camisa 10, por sinal, foi bastante elogiado pelo treinador após o empate com o América-MG, na última rodada, e não será surpresa se ele começar jogando ao lado de Patrick de Daniel. Nesse caso, a formação atual de 4-1-4-1 mudaria para um 4-3-3, com o meia um pouco mais centralizado. 

Guto ainda pode aprontar alguma surpresa e optar por algum atleta da equipe sub-20 ou sub-23. Desde que foi apresentado no clube, o treinador tem observado jogadores mais jovens. O atacante Ronaldo passou a fazer parte do banco e até já participou de jogos, enquanto o lateral direito Douglas Borel e o atacante Cuadrado vêm treinando com o grupo principal. 

Do outro lado, a Chape chega a Salvador com pelo menos três desfalques para montar a equipe. O técnico Pintado não poderá contar com o zagueiro Ignácio, que pertence ao Bahia, e com os atacantes Perotti e Geuvânio. O primeiro sofreu um edema na perna, já o segundo está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas