Bandidos levam 30 celulares de estudantes durante aula em parque de Salvador

salvador
12.06.2019, 18:29:00
Atualizado: 12.06.2019, 18:45:06
(Foto: Elói Correia/SEGOV)

Bandidos levam 30 celulares de estudantes durante aula em parque de Salvador

Assalto ocorreu na manhã desta quarta (12), no Parque São Bartolomeu

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Era pra ter sido uma aula de História in loco sobre a Independência da Bahia, o Quilombo do Urubu e o papel da Guerreira Zeferina na comunidade do Parque São Bartolomeu, no bairro de Pirajá. Mas a atividade extra-classe acabou interrompida nesta quarta-feira, por volta das 9h40, por quatro assaltantes armados, que saquearam todos os pertences de 41 estudantes, três professores e três auxiliares da Escola Estadual Mestre Paulo dos Anjos, que fica no Bairro da Paz. De acordo com o delegado Marcelo Lins, da 29ª Delegacia (Plataforma), aproximadamente 30 celulares foram levados, além de relógios, carteiras e objetos pessoais das vítimas. Entre os pertences há, inclusive, uma caderneta com todas as notas dos alunos, segundo o delegado.

O assalto ocorreu logo na entrada do parque. As vítimas contaram na delegacia que os assaltantes aparentavam ter entre 16 e 21 anos, estavam armados com pistola e chegaram e fugiram andando. "Na hora, muitos estudantes entram em pânico, teve gente se jogando no chão. O desespero foi tão grande que eles vieram na delegacia, mas voltarão amanhã (quinta) para serem ouvidos formalmente", informou o delegado, acrescentando que são estudantes do Ensino Médio que possuem entre 16 e 18 anos.

Procurada, a Secretaria de Educação do Estado da Bahia informou que ninguém ficou ferido e que a ocorrência foi registrada na 29ª Delegacia. Investigadores da unidade realizam diligências na região, com o objetivo de identificar e localizar os assaltantes.

 
De acordo com informações da Polícia Militar, a 14ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Lobato) foi acionada por volta das 10h30 para atender a ocorrência, que os policiais realizaram rondas, mas que os suspeitos não foram localizados.

 Em nota, a PM informou ainda que o policiamento da área é de responsabilidade da 14ª CIPM e da 9ª CIPM, também em Pirajá, que realizam rondas, abordagens preventivas e blitze constantes na região.

"O comando das unidades ressalta também que há uma parceria com a direção do parque, e quando as unidades são informadas com antecedência de visitas e eventos, o policiamento é reforçado dentro do parque.

 A corporação orienta que as vítimas que observarem suspeitos, ou ações delituosas no local, liguem para o 190 e informem a situação. É importante que registrem a queixa na Delegacia da área, pois o policiamento é estabelecido de acordo com a mancha criminal", acrescenta a nota.  

Responsável pela requalificação do Parque São Bartolomeu, a  Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder)  informou que com frequência as escolas estaduais e municipais agendam atividades extra-classe no local, incluindo visita às trilhas existentes no Parque São Bartolomeu, com uma média de 5 visitas por mês. "Nessa quarta-feira (12), a Escola Mestre Paulo dos Anjos realizou a visita sem o agendamento e contato prévio com a coordenação do parque", esclareceu a Conder.

O órgão estadual informou ainda que realiza os serviços de manutenção, conservação e orientação aos visitantes e que há uma equipe de vigilância patrimonial que guarda os equipamentos construídos: Centro de Cidadania e Cultura de Pirajá e Centro de Referência de São Bartolomeu.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas