Beleza Limpa: conheça movimento que questiona a maneira como produtos de beleza são feitos

estúdio correio
23.12.2020, 06:00:00
Movimento incentiva conhecer os ingredientes e avaliar as embalagens dos produtos na hora de consumir (Shutterstock)

Beleza Limpa: conheça movimento que questiona a maneira como produtos de beleza são feitos

Dermatologista dá dicas para um consumo consciente

Há aproximadamente dois anos, a blogueira de moda e beleza Rebecca Brelaz optou por incluir na sua rotina o consumo de alimentos orgânicos. Ao mesmo tempo em que foi estudando mais sobre os benefícios de uma alimentação biológica, ela descobriu a possibilidade de também tratar da pele e dos cabelos com produtos naturais.  “Descobri em um salão de beleza que frequento e, hoje em dia, eu compro o máximo de coisas orgânicas possíveis, tanto na alimentação quanto no produto de beleza. Fez bastante diferença na minha vida, especialmente na saúde”, declara a influenciadora que é natural do Amazonas, mas mora em Salvador há três anos.  

Assim como Rebecca Brelaz, cada vez mais pessoas - principalmente entre as gerações mais jovens - estão adeptas a um movimento chamado Beleza Limpa, que questiona a maneira como produtos de beleza são feitos. Uma pesquisa publicada no passado pela Mintel, empresa de pesquisa de mercado que faz análises em diversos países, mostra que 54% dos brasileiros são potenciais compradores de produtos naturais e éticos. Ou seja, é um mercado em franca expansão.

O movimento rastreia os rótulos dos produtos para provar que nossa vida está inundada de elementos químicos que são ótimos para conservar o que compramos, mas potencialmente péssimos para a nossa saúde. O termo nasceu dentro de outros movimentos que também apoiam o consumo de cosméticos naturais, como o slow beauty, o green beauty e o beleza natural. O Beleza Limpa já tem sido traduzido como pratica de mercado a partir de fórmulas de produtos livres dos principais ingredientes suspeitos de serem tóxicos para a saúde humana e o meio ambiente.

“Ainda não existe um conceito unificado para o termo ‘beleza limpa’, mas ele se refere a um consumo mais consciente e sem ingredientes comprovadamente ou possivelmente nocivos à pele e ao meio ambiente”, explica a dermatologista Camila Meccia, que é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

Para começar no Beleza Limpa, a dica da dermatologista Camila Meccia é vasculhar os rótulos dos produtos e aprender um pouco sobre eles. Na hora de comprar, o recomendado é ler os ingredientes e avaliar as embalagens, além de estudar postura das empresas diante o meio ambiente. Selos, como o IBD e Ecocert – que certificam cosméticos naturais e orgânicos -, podem facilitar nesse processo.

“O consumo consciente envolve toda a cadeia desde a produção até o descarte dos produtos. É preciso verificar embalagens menores ou biodegradáveis que geram menos lixo, a responsabilidade social das empresas, se há testes em animais, além de ingredientes menos tóxicos ou poluentes”, conta Camila Meccia.

A dermatologista recomenda começar pela substituição de algum produto que já utiliza com frequência por um outro mais natural. “Pode ser um desodorante, um sabonete ou hidratante. A escolha certa dos produtos adequados para a sua pele, junto com um dermatologista, pode diminuir a insatisfação e o exagero nas compras”, diz.

Alguns ingredientes são considerados suspeitos e está na lista de atenção do movimento. Os parabenos, sulfatos, ftalatos, óleos minerais, corantes artificiais e as fragrâncias sintéticas são alguns deles. Apesar de permitidos por muitas das agências de regulação sanitária, não se sabe exatamente o que o uso dessas substâncias, bem como as interações entre elas, pode causar ao corpo a longo prazo.

Cuidados no Verão
Desde a último segunda-feira (21), estamos oficialmente no Verão. Durante todo o mês, a campanha Dezembro Laranja é realizada com intuito de alertar para a conscientizar da população sobre a prevenção ao câncer de pele desde a infância. A recomendação é uso de óculos de sol e blusas com proteção UV, bonés ou chapéus e preferir sempre a sombra, além de evitar exposição solar entre 09h e 15h e usar filtro solar labial e corporal, reaplicando a cada duas horas ou sempre que houver contato com a água.

Quem quiser começar a aderir ao Beleza Limpa durante o Verão, a dermatologista Camila Meccia recomenda ficar de olho nas embalagens do protetor solar: “Avaliar a composição do seu protetor solar é um bom começo para a estação. Procure os minerais, eles têm ingredientes menos tóxicos. A dica é muita hidratação e nada de queimar a pele”, finaliza.

Dicionário dos rótulos

  • Naturais: As fórmulas devem conter 95% de ingredientes naturais e 5% de ingredientes orgânicos.
  • Orgânicos: Apresentam, no mínimo, 95% de matérias-primas orgânicas (sem químicas durante o cultivo e antes dele).
  • Veganos: Não levam ingredientes de origem animal e são livres de crueldade. Não é necessariamente orgânico ou natural.
  • Artesanais: Feitos em casa, não são testados nem regulamentados pela Anvisa, mas muitas vezes detêm capital cultural.

Sou Verão
Mais dicas e informações sobre o Beleza Limpa podem ser conferidas em um vídeo especial no Instagram do CORREIO: @correio24horas. A jornalista Mayara Padrão (@mayarapadrao) conversou com a dermatologista Camila Meccia, que explicou sobre o movimento. Nos meses de dezembro de 2020 e janeiro de 2021, o jornal realiza mais uma edição do projeto Sou Verão, que traz conteúdos esportivos e de proteção a saúde, com todo clima da estação mais esperada pelos baianos.

O Sou Verão, projeto realizado pelo Correio, tem o apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas