Bellintani revela acerto do Bahia por Ramírez e diz que situação de Conti 'é difícil'

e.c. bahia
17.11.2021, 17:44:00
Atualizado: 17.11.2021, 18:33:09
Ramírez está emprestado ao Bahia até o fim do ano, mas deve permanecer em definitivo no tricolor (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Bellintani revela acerto do Bahia por Ramírez e diz que situação de Conti 'é difícil'

Tricolor comprará o colombiano do Atlético Nacional em definitivo

Destaque do Bahia no Brasileirão do ano passado, o meia colombiano Índio Ramírez tem tudo para permanecer no tricolor em 2022. Presidente do Esquadrão, Guilherme Bellintani revelou que tem acerto com o Atlético Nacional para adquirir o jogador em definitivo. 

O contrato de empréstimo de Ramírez se encerra em dezembro e o Bahia tem a prioridade na compra dos direitos econômicos. O dirigente, no entanto, condiciona a aquisição a metas financeiras que o tricolor precisa atingir até o final de novembro. 

"Diria que já temos um acerto com o Atlético Nacional que prevê um investimento que está estabelecido no contrato. Para que a gente execute esse acordo, esse acerto, a gente precisa atingir algumas metas financeiras. Se a gente atingir no final de novembro, início de dezembro, algumas recuperações financeiras que estamos fazendo, plano de sócios atingindo 30 mil, a gente vai ter condições de adquirir Ramírez em definitivo, que é um passo importante para o clube", explicou.

Ramírez foi contratado pelo Bahia em 2020 e se tornou referência técnica da equipe na reta final do Brasileirão, sendo peça importante na manutenção do clube na Série A. Em fevereiro, ele rompeu os ligamentos do joelho e ficou oito meses afastado dos gramados. O retorno aconteceu apenas em outubro, durante a vitória sobre a Chapecoense, por 3x0. 

Outro jogador que está na pauta do Bahia é o zagueiro argentino Conti, emprestado pelo Benfica até o fim do ano. A situação, no entanto, é mais complicada. O Bahia tem o direito de adquirir 50% dos direitos econômicos dos jogador de 27 anos ao custo de 2 milhões de euros (cerca de R$ 12,7 milhões), valor considerado alto para o clube baiano. 

Na semana passada, Guilherme Bellintani esteve em Portugal e abriu negociações com o Benfica. As conversas ainda estão em andamento. "A situação de Conti é um pouco mais difícil, valor mais alto. Jogador de nível europeu de valorização. A minha ida a Lisboa provocou, passei três dias em Lisboa, consegui nas reuniões junto ao Benfica fazer um primeiro passo, mas ainda distante de um acerto final", detalhou o dirigente.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas