Beth Goulart ora por parente que passou covid a Nicette Bruno: 'Não deve ser fácil'

em alta
11.01.2021, 07:49:34

Beth Goulart ora por parente que passou covid a Nicette Bruno: 'Não deve ser fácil'

Nicette ficou 10 meses em quarentena antes de contrair vírus

Após a morte da mãe, Nicette Bruno, Beth Goulart vem falando em suas redes sociais sobre virtudes e sentimentos, como paciência, fé, amor, alegria, solidariedade, perdão. Numa prova de que está buscando encarar a perda de uma forma mais serena, ela faz questão de perdoar a pessoa que infectou Nicette Bruno com o novo coronavírus.

"Ninguém fez isso por querer. A gente sabe que cada vez mais todo mundo tem que ter consciência de evitar determinadas coisas que possam causar o contágio. Como foi no caso da mamãe. Talvez essa pessoa não tenha tido o devido cuidado. E acho que hoje temos que ter esse cuidado. Mas não dá para julgar o outro. Não somos nós que vamos fazer isso. Tem um olhar superior, que sabe o porquê de tudo. Nós temos é que ter uma certa compaixão também por essa pessoa, porque não deve ser fácil pra ela. Então precisa da nossa oração e de fortalecimento. Se Deus permitiu, quem somos nós pra achar qualquer coisa", questiona.

Nicette Bruno vinha se mantendo em quarentena rígida em sua casa no mesmo condomínio onde mora a filha. Durante dez meses, ficou bem protegida. Seu biógrafo, Cacau Hygino, conta que passou a fazer as entrevistas para o livro por vídeos.

"Quando a pandemia começou a apertar, eu parei de frequentar a casa dela, e Beth filmava as respostas de Nicette pra mim", conta o escritor de "Nos palcos da vida", que será lançado este ano: "Ainda não mandei para editora porque vou fazer um último capítulo contando sobre a morte", disse.

Beth ressalta que a mãe ficou numa espécie de redoma, mas não se sentia solitária.

"Ela não estava sozinha, porque tinha alguns empregados que moravam na com ela e que estavam lá. Eu também ia todo dia vê-la, né? De máscara, ficava longe, sempre tomando cuidado… Mas, enfim, quando menos se espera", lamenta.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas