Bia Ferreira sobre a final dos Jogos de Tóquio: 'Não consegui assistir à luta ainda'

podcast
27.08.2021, 16:06:00
Atualizado: 27.08.2021, 16:09:43

Bia Ferreira sobre a final dos Jogos de Tóquio: 'Não consegui assistir à luta ainda'

Neste episódio, a baiana medalhista olímpica fala sobre os planos para Paris-2024

Ela queria muito o ouro e precisou de um tempo para festejar a medalha de prata conquistada nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Menos de um mês depois de descer do ringue no Japão, Bia Ferreira já está pensando em Paris-2024.

A pugilista baiana colocou o nome na história do boxe ao se tornar a primeira atleta brasileira a chegar na final de uma Olimpíada, a segunda a subir no pódio. Em Londres-2012, a conterrânea Adriana Araújo comemorou o bronze.

O que ela sentiu ao ser derrotada pela irlandesa Kellie Harrington na final e quais são os planos para o futuro estão entre os assuntos da entrevista deste episódio. 

Você pode ouvir no player abaixo ou fazer o download:

Também é possível escolher o seu aplicativo favorito para ouvir o nosso podcast:

Para ouvir no Deezer, clique aqui.
Para ouvir no Spotify, clique aqui.
Para ouvir no Apple Podcasts, clique aqui.
Para ouvir no Google Podcasts, clique aqui. 

QUE PODCAST É ESSE? Bate-Pronto é uma produção semanal do CORREIO. Nele, trazemos sempre programas temáticos para debater algum conteúdo esportivo que tenha relação com a Bahia.

MAS O QUE É PODCAST? É um programa de áudio igualzinho a um de rádio, mas que você pode ouvir quando, onde e como quiser - pulando, pausando ou adiantando os trechos, se preferir. Basta ter um aplicativo de músicas (como Spotify), um aplicativo para podcasts (do Google ou da Apple) ou simplesmente dar o play na janela acima.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas